Zarpo Magazine

“A terra mais bela que olhos humanos já avistaram”, disse Colombo ao pisar na maior ilha do Caribe pela primeira vez, em 1492. De lá pra cá, pouca coisa mudou com relação à opinião de quem a visita: clássica, singular, plural e deslumbrante, Cuba nunca sai de moda.

Neste destino tomado por histórias de luta e resistência, que conserva grandes riquezas culturais e tesouros do passado em sua identidade única, facilmente contemplados na capital Havana, por exemplo, o povo alegre e hospitaleiro também é marca registrada.

Confira outros destinos internacionais perfeitos para embarcar em 2024!

As praias, então, são um espetáculo à parte – Varadero que o diga! -, mas existem ainda outras atrações de natureza que surpreendem, como suas florestas tropicais, manguezais, lagoas, parques e cachoeiras (não à toa são seis reservas de Biosfera da UNESCO por lá).

Dos incontáveis patrimônios históricos às belezas paradisíacas, há tanto para se ver que cada visita é capaz de surpreender como se fosse a primeira. E se por fotografia Cuba já arranca suspiros, imagine pessoalmente?

Selecionamos 8 razões imperdíveis para te inspirar a visitar as maravilhas de Cuba, um dos lugares mais irresistíveis – e interessantes – de toda região caribenha. Confira!

1. Localização: a maior ilha do Caribe faz jus à fama da região

Vista aérea de Cuba.
A maior ilha do Caribe é também uma das que mais ostenta belezas na região.

Cuba é uma das mais belas ilhas do Caribe e considerada, ainda, a maior delas. O destino fica no norte da região caribenha, onde o Mar do Caribe, o Golfo do México e o Atlântico se encontram. 

Situado na América Central, ocupando uma área de quase 110 km², onde mais de sete são só de litoral, o arquipélago é formado ainda por mais ou menos 4 mil cayos, que são nada mais do que restingas e ilhotas. 

Segundo país mais populoso do Caribe, atrás apenas do Haiti, que fica distante a 77 km, Cuba é destino com geografia privilegiada e estratégica, o que sempre contribuiu para que a influência do lugar fosse destaque.

2. Cuba tem clima tropical, perfeito para aproveitar belas praias

Praia em Cuba.
Cuba tem clima seco entre novembro e abril, com temperaturas amenas nessa época do ano.

Sol, praia, sombra e água fresca. Cuba é lugar de clima subtropical, caracterizado por sol bem quente, poucas chuvas e bastante vento. Isto significa que o céu azul é marca registrada da ilha, o que inspira a curtir algumas das suas mais belas paisagens: as praias.

Com duas estações bem definidas, o destino divide-se em dois períodos: de novembro a abril, a estação mais seca (o inverno), tem temperaturas mais amenas, que variam entre 25ºC e podem chegar aos 18ºC à noite. Já n verão, de maio a outubro, os termômetros atingem a casa dos 30ºC ou 35ºC, e a umidade deixa a sensação climática ainda mais alta.

Este clima tropical reflete na temperatura das águas, que garante um mar bem quentinho com temperaturas que variam entre 25 e 30ºC, ideais para curtir o máximo que der sem nenhum desconforto.

Uma dica é evitar o destino nos meses de julho a outubro, quando as chuvas são muito mais intensas. Vale lembrar ainda que algumas regiões de Cuba ficam situadas na rota dos furacões e a temporada mais propícia para a ocorrência do fenômeno é de junho a novembro. Por isso, é fundamental pesquisar sobre a época certa da viagem antes de reservar.

3. História conservada: destino que te transporta ao passado

Prédio histórico em Cuba.
A História do destino é marcada por luta e resistência e é bastante preservada na capital.

Cuba é, antes de tudo, sinônimo de História, com muita resistência marcando sua luta pela independência liderada por figuras como Che Guevara e Fidel Castro. Muito desse passado é preservado em vários lugares, principalmente na capital Havana, dona de cartões-postais clássicos.

Viajar para Cuba é ser transportado para o passado, com a sensação  de que o destino parou no tempo graças às suas antigas construções, aos modelos de carros dos anos 50 e à arquitetura histórica que mistura diversos estilos, como o barroco, o neoclássico, o art déco e o art nouveau. Tudo no mesmo lugar!

4. Riquezas culturais influenciadas pela miscigenação

Grupo musical em Cuba.
Suas riquezas culturais foram formadas graças à miscigenação, incluindo os ritmos musicais.

Um destino que se formou a partir da miscigenação de vários povos não poderia desapontar no quesito cultura. A junção de espanhóis, africanos, franceses, asiáticos e ingleses rendeu a Cuba uma cultura singular, moldando as artes, a dança, a música e a literatura.

São mais de 250 museus espalhados pela ilha, mais de 100 galerias de arte, cerca de 350 bibliotecas públicas a aproximadamente 70 teatros. Sua atmosfera musical também é ponto forte, influenciada, principalmente, pelas heranças espanholas e dos escravizados vindos da África.

Dentre os ritmos nascidos na ilha, os destaques ficam por conta do rumba, mambo, conga, chá-chá-chá, salsa e bolero, responsáveis por cruzar as fronteiras e conquistar o mundo todo tamanho charme e sensualidade. 

5. A histórica Havana, capital de Cuba, é tesouro atemporal

Havana, Cuba.
Histórica, colorida e cheia de charme. Havana é destino que encanta em cada detalhe.

Um dos centros urbanos mais ricos em cultura que existem na face da Terra. Havana é símbolo de arquitetura histórica, riquezas culturais e uma aura nostálgica que facilmente transporta os viajantes para as telas de cinema – ou aos cartões-postais do século passado.

Havana dá ainda mais vida a Cuba com suas construções de vários tons. Casinhas azuis, azuis, vermelhas e verdes, com varandinhas supercharmosas, tomam conta da cidade e combinam perfeitamente com os carros de época que desfilam pelas ruas, todos coloridos também.

Na capital cubana, uma caminhada por El Malecón é um clássico imperdível: à beira mar, a avenida é separada da praia por uma mureta e é nesta orla que o pôr do sol é um convite e tanto para ser contemplado por quem ama registrar visuais instagramáveis.

Centro de Havana, Cuba.
A capital também é lugar perfeito para curtir o melhor da gastronomia e vida noturna.

Havana também concentra alguns dos melhores restaurantes e bares da ilha, perfeitos para quem deseja mergulhar na essência do destino através do paladar. O lugar também é dono de muitos monumentos que compõem a lista de cartões-postais locais.

Na Plaza Vieja o destaque é a câmara escura, situada na cobertura de um prédio de 35 m, por onde é possível ter uma visão 360° da cidade. Também vale conhecer a arborizada Plaza de Armas, onde acontece uma feirinha de livros e discos.

Também é indispensável uma volta pela Calle Opispo, rua de pedestres repleta de bares, cafés, restaurantes, lojinhas, livrarias e galerias de arte. A Plaza de la Catedral também tem muito a oferecer: é lá que está a Catedral de San Cristóbal e o restaurante El Patio, com mesinhas ao ar livre e música cubana ao vivo. 

6. Praias de Cuba: da capital à paradisíaca Varadero

Praia de Varadero, Cuba.
É em Varadero que algumas das belezas mais admiradas de Cuba ficam localizadas.

É claro que as praias paradisíacas roubam a cena em Cuba, afinal, estamos falando de uma ilha com mais de 300 praias que, ao sul, são banhadas pelo mar turquesa do Caribe enquanto, ao norte, pelo Atlântico. 

Graças ao clima tropical, é possível aproveitar águas quentinhas e cristalinas que são um convite irrecusável para entrar no mar. Quem viaja para Havana, além de todas as paisagens históricas, também consegue curtir o litoral.

Confira outras 17 praias incríveis que são imperdíveis na região do Caribe!

A parte central da capital tem praias, mas, infelizmente, elas são impróprias para banho por conta das muitas pedras. É possível apreciar o visual, claro, mas para realmente aproveitar o mar, as Playas del Este, com 15 km de extensão, são a pedida em Havana – elas ficam a apenas 20 km de lá.

Para cenários realmente paradisíacos, no entanto, e até mais exclusivos ou tranquilos, Varadero é o que há. A cidade praiana fica a 2h de carro da capital, é dona de um visual idílico com mar turquesa e areias douradas, garantindo passeios de total imersão na sua natureza magnífica que faz jus à fama do Caribe.

7. Natureza verde também é destaque em Cuba

Reserva da Biosfera Ciénaga Zapata, em Cuba.
Além das praias, Cuba é rica em natureza verde, como a Reserva da Biosfera Ciénaga Zapata.

Mas nem só de praia vive a natureza de Cuba, pelo contrário. Por mais que estes sejam alguns dos cartões-postais mais famosos, não devem passar batido também as ilhotas, florestas tropicais, manguezais, cavernas, parques, lagoas e cachoeiras. 

Não à toa a ilha em formato de Jacaré conta com mais de 200 áreas protegidas e seis reservas da biosfera preservadas pela UNESCO, lar de diversas espécies da fauna e da flora local e onde é possível explorar ecoturismo no país.

A 1h da capital, lugares como a Reserva da Biosfera Ciénaga de Zapata que, além de ser uma das maiores por lá, é ainda a maior área de pântanos do Caribe e ocupa mais de 600 mil hectares com florestas, recifes de coral, crocodilos, peixes, tartarugas e aves, se destacam. 

8. Hotéis à altura do destino para curtir o melhor de Cuba

Um destino desse nível não poderia ficar a desejar no quesito hotelaria – e Cuba não fica. Hospedagens com infraestrutura completa, fácil acesso para explorar as principais riquezas do destino, atendimento impecável, serviços de alto padrão e vistas panorâmicas do mar são convite irrecusável.

Grand Aston La Habana
Havana, Cuba

Grand Aston La Habana, Cuba.
O Grand Aston La Habana fica à beira-mar e pertinho das atrações mais legais da capital.

Para desbravar o melhor da capital, por exemplo, uma estadia no Grand Aston La Habana é daquelas experiências que não desapontam nunca! Isso porque, para começar, o hotel fica situado à beira-mar e ainda muito próximo de Havana Vieja, centro antigo do destino.

Fora a boa localização e as vistas panorâmicas do mar, é possível curtir a lista de lazer que inclui piscina ao ar livre de frente para o oceano, academia e serviços à parte, como salão de beleza, centro de bem-estar para relaxar e organização de passeios.

A gastronomia também é destaque, com café da manhã incluso e opções com custo extra de outros dois restaurantes e quatro bares, um deles na área da piscina e outro no lobby. Para ainda mais comodidade, os hóspedes têm também room service e recepção 24h.

Meliá Varadero
Varadero, Cuba

Praia de Varadero, Cuba.
Pé na areia, o Meliá Varadero garante total imersão nas paisagens mais bonitas de Varadero.

Sofisticação e exclusividade em frente à praia, ou melhor, em frente a uma das praias mais bonitas de Cuba. Bem-vindo ao Meliá Varadero, hotel All-Inclusive que encanta do começo ao fim da estadia.

A cerca de 2h da capital cubana, o Meliá fica também à beira da Praia de Varadero, o que garante vistas irresistíveis do mar caribenho sem precisar sair do hotel. Rouba a cena ainda a gastronomia com tudo incluso, que tem cinco restaurantes, snack bars e bares.

Também é destaque o lazer: dentro d’água, tem piscina de água doce e práticas aquáticas, como caiaque, windsurf, catamarã, pedalinho, pesca e passeios de iate. Já em terra, vale curtir as quadras, o campo de golfe e a sala de ginástica.

Dicas Bônus: quais as exigências para entrada em Cuba?

Passaporte brasileiro.
Passaporte, visto, comprovante de vacinação… Confira algumas exigências para entrar no país.

Agora que Cuba já faz parte da sua listinha de desejos, que tal descobrir quais são os documentos necessários para embarcar em uma jornada pelo destino? Confira algumas dicas que podem te ajudar:

Passaporte

Diferente dos países integrantes do Mercosul, o passaporte é o único documento aceito em Cuba. Deve estar no prazo de validade e, no mínimo, a 6 meses antes de vencer. 

Visto de turista (tarjeta turismo)

Cuba exige visto de turista para brasileiros e tem custo aproximado de U$20. A boa notícia é que ele pode ser adquirido no próprio aeroporto, antes do embarque, ou na conexão com o Panamá e Bogotá ou ainda em consulados e embaixadas no Brasil.

Além do visto, os turistas devem preencher o formulário D.Viajeros com antecedência e, de preferência, tê-lo impresso para apresentação facilitada na imigração.

Comprovantes

Também entre os documentos obrigatórios, pode ser solicitado o comprovante de vacinação da Febre Amarela (máx. de 10 anos e mín. de 10 dias) e do ciclo completo contra Covid-19.

É recomendável, ainda, ter no formato digital ou impresso os comprovantes de hospedagem e da passagem aérea de retorno ao Brasil. Eles podem ser solicitados!

Moeda nacional

A moeda é o Peso Cubano (CUP), mas várias regiões aceitam o Dólar americano (USD) e o Euro (EUR). Portanto, é bacana ter isso em mente para o planejamento financeiro.

Para facilitar as comprinhas, dá para adquirir a Tarjeta Prepago, semelhante a um cartão pré-pago. Além do cartão, vale ter uma quantidade em espécie a fim de evitar perrengues.

Confira mais dicas para planejar sua primeira viagem fora do país.


Gostou? Aproveite para reservar sua próxima viagem para a belíssima Cuba com as melhores ofertas do Zarpo!

5/5 - (11 avaliações)
Bruna Rio Branco

Amante das artes, adora viajar para lugares que inspirem criações artísticas e que tenham a cultura vibrante. Destinos de natureza também estão na sua listinha de favoritos.

Marilia Gouveia

Adora maratonar seriados, mergulhar em um bom livro e curtir festivais de música. Encontra beleza nas grandes metrópoles, mas não dispensa um final de semana na praia!

2 Comentários

Escreva um comentário