A apenas 1h e 30 minutos de São Paulo, o turismo em Santos é uma ótima opção para curtir alguns dias longe da agitação da capital. Mais do que abrigo do maior porto da América Latina e do time de Pelé e de Neymar, a cidade une praias, centro histórico, museus e opções para atividades ao ar livre.

O Mag preparou um roteiro por Santos com dicas para todos os gostos. Deixe-se encantar pela cidade!

Turismo em Santos: comece pelas praias

Turismo em Santos
As praias em Santos possuem ótima infraestrutura e são acompanhadas pelo maior jardim de orla do mundo

É fato que a maioria dos turistas vão à cidade por conta do litoral e o turismo em Santos não poderia começar por outro ponto. Os 7 km de praias não possuem divisão geográfica, os nomes mudam de acordo com o bairro em que estão localizadas e os marcos costumam ser os canais – no total são sete.

A partir da divisa de Santos e São Vicente até o Canal 2 está a Praia do José Menino. O nome é uma homenagem ao lavrador José Honório Bueno, que possuía terras na região e era conhecido pelo jeito brincalhão. Muito frequentada por surfistas e atletas, José Menino possui vista para o monumento Tomie Ohtake e está próxima ao Parque Roberto Mário Santini e ao Museu do Surf.

Praça das Bandeiras - Santos
A Praça das Bandeiras homenageia os feitos de Santos durante a Revolução Constitucionalista de 1932

A Praia do Gonzaga, do Canal 2 ao Canal 3, é uma das mais badaladas e muito frequentada por jovens e visitantes. A região, localizada em área nobre da cidade, oferece o que há de melhor no turismo de Santos: segurança, bons restaurantes, bares, um calçadão bem cuidado e arborizado, ciclovia e shoppings. A praia conta ainda com quiosques, barracas e abriga pontos como a Praça das Bandeiras, um dos cartões postais da cidade.

Conhecida pela boa infraestrutura e serviços, a Praia do Boqueirão começa no Canal 3 e vai até o Canal 4. Bem policiada, possui barraquinhas e quiosques na areia, além de uma charmosa feirinha de artesanato que acontece aos finais de semana.

Mais três praias completam o conjunto. A Praia do Embaré, do Canal 4 ao 5, conta com bons quiosques e a Igreja do Embaré, um marco na orla de Santos. A Praia da Aparecida, localizada entre o Canal 5 e 6, é ideal para aproveitar com a família. É ali perto que está a Fonte do Sapo, bastante frequentada por crianças para andar de bicicleta, patinar, entre outras atividades.

Por último, entre o Canal 6 e 7, está a Ponta da Praia. Com a faixa de areia mais curta quando comparadas com as demais, ela fica próxima as balsas que fazem a travessia para o Guarujá, é ótima para pesca e possui localização privilegiada para observar os navios se movimentando no porto. O bairro abriga ainda pontos como o Aquário Municipal de Santos, Museu da Pesca, Museu do Mar e inúmeras praças.

Explore o melhor do litoral paulista em roteiro do Zarpo Magazine

Curta ao ar livre na companhia da brisa litorânea

Cidade de Santos
Santos não é só praia! A cidade conta com diversas opções para curtir ótimos momentos ao ar livre

Além do mar, Santos oferece outras alternativas para curtir ao ar livre. A cidade possui o maior jardim de praia do mundo e passear a pé ou de bicicleta por seus 7 km de ciclovia é um programa muito agradável. Permeado por palmeiras e amendoeiras, o verdadeiro cartão postal da cidade apresenta flora diversa e bem cuidada, biblioteca de frente para o mar, além ser uma galeria a céu aberto com 38 monumentos no total.

Parque Emissário - Santos
O Parque Roberto Mário Santini, no Canal 1, abriga desde museu até pista de skate, playground e escola de surf

No Canal 1 está o Parque Roberto Mário Santini, mais conhecido como Parque Emissário ou Quebra-Mar. Construído sobre a plataforma terrestre do emissário submarino de Santos – daí a justificativa da alcunha pelo qual é chamado –, o local é um dos preferidos dos santistas e reúne pista de cooper, playground, ciclovia e a Pista de Skate Alexandre Magno Abrão, uma homenagem ao vocalista Chorão, da banda Charlie Brown Jr.

O parque abriga ainda o Museu do Surf e a sede da Escola de Surf Picuruta Salazar, atleta que acumula 169 títulos e é um dos professores. É lá que está também a escultura em comemoração dos 100 anos da imigração japonesa no Brasil, da famosa artista plástica Tomie Ohtake. Para se refrescar, a dica é dar uma parada na Sorveteria Royal, a cerca de 750 m a pé do Parque Emissário. De fachada modesta e tradicional, são diversos sabores de sorvetes artesanais para saborear.

Orquidário de Santos
Conecte-se com a natureza no Orquidário de Santos! São 120 espécies diferentes da planta | Imagem ilustrativa

Outro ponto que vale a visita é o Orquidário de Santos, localizado a cerca de 500 m a pé do Parque Emissário. Um verdadeiro oásis, o local é perfeito para relaxar e estar em contato com a natureza. O local é o segundo espaço público mais visitado da cidade, perdendo apenas para o Aquário. O orquidário conta com cerca de 3.500 orquídeas de 120 espécies diferentes. O local abre de terça a domingo, das 9h às 18h, e o ingresso custa em torno de R$8 (preço sujeito à alteração).

Ponta da Praia: vida marinha e histórias de pescador

Aquário Municipal de Santos
Inaugurado em 1945, o encanto e lazer é certo no Aquário Municipal de Santos | Emilio Pechini /CC-BY

A região de Ponta da Praia reserva pontos indispensáveis no turismo em Santos. O Aquário Municipal de Santos encanta gerações há mais de sete décadas e não pode faltar no roteiro. A atração turística mais visitada da cidade foi um dos primeiros aquários públicos construídos em São Paulo e recebe cerca de 600 mil pessoas por ano. São quase 2 mil m² de área e mais de 200 espécies de animais.

O local tem 32 tanques de água doce e salgada, que remontam o habitat natural dos animais que ali vivem. Entre as atrações, destacam-se as tartarugas, leões marinhos, tubarões, polvos, carpas, cavalos marinhos, lagostas e pinguins. O parque oferece ainda experiência sensorial em tanque aberto, onde é possível tocar e sentir as espécies. O aquário abre de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e de sábado, domingo e feriados das 9h às 20h. O valor do ingresso gira em torno de R$8 (preço sujeito à alteração).

Museu de Pesca
O Museu de Pesca conta com itens fenomenais como um esqueleto de baleia de 23m | Emilio Pechini / CC BY-SA

Os museus são verdadeiras riquezas culturais da cidade e a temática marinha é presença constante. O Museu de Pesca, situado em um antigo casarão totalmente revitalizado, é um importante patrimônio histórico-cultural de toda a Baixada Santista. Entre os itens do acervo pode-se destacar um esqueleto de baleia com 23 m de comprimento, animais taxidermizados, lulas gigantes, equipamentos de pesca, exemplares de tubarões, peixes e crustáceos, e muito mais. O museu conta ainda com uma sala que simula a cabine de um capitão de navio e uma enorme coleção de areias de praias de todo o litoral brasileiro.  

O Museu Marítimo conta histórias de embarcações santistas naufragadas através da porcelana, pratarias e vidros de perfume. Enquanto a música ambiente remete aos piratas, a decoração temática relembra o interior de um navio. O acervo do museu conta ainda com peças raras de barcos, maquetes, pinturas, relíquias de embarcações centenárias e réplicas em miniaturas.

O passeio pode continuar no Museu do Mar, localizado a 350 m do Marítimo e aberto de quarta a segunda, das 9h às 18h (o ingresso gira em torno de R$25). Inaugurado em 1984, conta com o maior acervo de espécies marinhas da América Latina. Por lá, as atrações são tubarões, animais taxidermizados, esponjas do mar, répteis, baleias, aquários vivos e o popular acervo de conchas do país, com exemplares gigantes que chegam a até um metro!

Entre um passeio e outro, a dica é dar uma passada no Zé do Coco para se refrescar com um coco geladinho. O comerciante José Costa dos Santos, dono do estabelecimento, chega a vender cerca de 3.500 cocos no verão! O quiosque funciona todos os dias das 7h às 0h e fica a cerca de 350 m a pé do Aquário Municipal, a 850 m do Museu de Pesca e a 1 km do Museu Marítimo e Museu do Mar.

Explore a cidade de Santos além do mar

Museu do Café
É no edifício da antiga Bolsa Oficial de Café que está o Museu do Café | Berenice Kauffmann Abud / CC BY-SA

Ainda que o oceano seja o grande destaque do turismo em Santos, reserve momentos para sair do mundo marinho. A melhor opção é começar pelo Centro Histórico. O bairro, antes habitado pela classe mais rica da população, é um verdadeiro resgate do passado. Entre as ruas de paralelepípedos, casarões revitalizados ou em processo de restauração, o centro abriga muitas atrações legais e a melhor forma de conhecer é através do bondinho.

A linha turística conta com elétricos originais do séculos 19 e 20 que partem da Estação Valongo, a primeira estação de trem do estado de São Paulo. Entre os 40 pontos históricos e culturais por onde o bonde passa, é possível destacar três. O Conjunto do Carmo, considerado um dos mais antigos relicários do barroco brasileiro, é um deles. O outro é a Casa da Frontaria Azulejada, construída em 1865 e considerada uma das obras arquitetônicas mais emblemáticas da cidade. Sua fachada é revestida com sete mil azulejos em alto relevo. Já ao Outeiro de Santa Catarina é atribuído o título de marco inicial santista. A origem do nome se deve à capela dedicada à Santa Catarina de Alexandria, erguida por um casal português em meados do século 16.

Os turistas podem optar também pelo Bonde Café, uma cafeteria sobre trilhos, com frigobar, sistema multimídia, ar condicionado e mobília especial! O elétrico comporta 24 passageiros que, enquanto recebem informações sobre a influência da comercialização do café no desenvolvimento de Santos, saboreiam a bebida preparada com grãos selecionados pelo Museu do Café.

E por falar no Museu do Café, o local deve fazer parte do turismo em Santos. Instalado no edifício onde funcionava a Bolsa Oficial do Café, o museu propõe uma experiência pautada nas sensações, desde o início do cultivo do café até o fortalecimento do produto como símbolo nacional. Só de entrar no edifício já é possível sentir o aroma. O objetivo do local é preservar e contar a história do café no Brasil e no mundo através de documentos, objetos e recursos audiovisuais.

Museu do Pelé
O Museu do Pelé expõe a brilhante trajetória do craque brasileiro | Governo do Estado de São Paulo / CC BY-SA

Café, pesca e futebol! Também no centro histórico está o Museu do Pelé, local que conta a brilhante trajetória de Edison Arantes do Nascimento, ídolo santista e Rei do Futebol brasileiro. Ocupando dois edifícios restaurados, o museu expõe chuteiras, documentos, camisas, bolas e outros itens pessoais do atleta. O local funciona de terça a domingo, das 10h às 18h.

Saindo um pouco do centro histórico, mas sem abandonar o futebol, uma excelente opção para santistas e amantes do esporte é o Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube. Localizado na famosa Vila Belmiro, o museu é dividido por temas e reúne histórias importantes e significativas do clube, camisas, troféus e uniformes, além de contar com espaços dedicados aos ídolos do time, como Pelé e Neymar.

Pinacoteca Benedicto Calixto - Santos
A Pinacoteca Benedicto Calixto possui entrada gratuita, bistrô e variado acervo pictórico | Mike Peel / CC BY-SA

A Pinacoteca Benedicto Calixto, instalada em um casarão neoclássico do início do século XX, está localizada no Boqueirão e é um importante espaço cultural da cidade. Aberto de terça a domingo, das 9h às 18h, o local possui entrada gratuita e conta com um acervo de 227 telas de artistas renomados, além de oferecer cursos e eventos variados para crianças e adultos. A cerca de 300 m dali está a Basílica Santo Antônio do Embaré, construída ao melhor estilo neogótico. Com 18 metros de pé direito, a parte interna é coberta por afrescos de Pedro Gentili, executados em 1946 e restaurados em 2001.

Turismo gastronômico em Santos

Gastronomia - Santos
Em Santos, a variedade se entende na gastronomia. São excelentes restaurantes ao dispor! | Imagem ilustrativa

Santos oferece uma cena gastronômica bem variada e agrada a todos os paladares. Além dos quiosques situados nas praias, alguns restaurantes valem a visita. O Gonzaga tem excelentes opções, como como a moderna e elegante Cantina Liliana. Fundado em 1967 pelo casal já falecido Carlo e Liliana Gonelli, o restaurante serve o melhor da culinária italiana, bem como receitas elaboradas com pescados e frutos do mar. Para apreciar um bom tango argentino, churrasco de primeira e bons vinhos, o Puerto de Palos é a escolha certa. E quem não dispensa alto nível culinário? O Quilha Bar e Restaurante conta com cozinha inspirada em países como Tailândia, Havaí e Japão.

O clima despojado de Kokimbos está espalhado por dois pontos na cidade de Santos, na Ponta da Praia e Boqueirão. Fundado em 1989, o local conta com pizzas de massa fina e crocante no cardápio, entradas, sobremesas, acompanhamentos, carta de vinhos e a famosa picanha.

Bares em Santos
A cidade conta também com inúmeros bares, que vão do clássico ao despojado | Imagem ilustrativa

Para aproveitar a vida noturna com clima praiano, a cidade oferece opções de clássicos da boemia, como o Black Jaw. O local conta com programação de música ao vivo e cardápio variado com porções, pasteizinhos, iscas, tábuas de frios e mais. No Bodegaia, que possui duas unidades na cidade, o destaque fica por conta da carne seca na telha.

Onde se hospedar em Santos

Bourbon Santos Hotel
O Bourbon Santos Hotel se traduz pela modernidade, infraestrutura de lazer impecável e excelente gastronomia

Além do turismo, Santos oferece ótimas opções de hospedagem. Situado no bairro do Gonzaga, a cerca de 600 m da praia, o Bourbon Santos Hotel combina modernidade e clima praiano. O hotel conta com piscina, academia, sauna e jacuzzi, lounge para descanso, sala de jogos e espaço kids. O Restaurante The Garden é responsável por servir o café da manhã incluso na tarifa e as demais refeições com custo à parte, enquanto o First Bar oferece variados drinks.

Comfort Hotel
No Comfort Hotel Santos os momentos de lazer são desfrutados na piscina ao ar livre situada na cobertura

Em Ponta da Praia, a menos de 1 km do Aquário Municipal e da praia, está o Comfort Hotel. O café da manhã é incluso na tarifa e servido em estilo buffet no Restaurante Jambú Essencial. Mediante custo à parte, o local oferece pratos à la carte nas demais refeições, inspirados na cozinha brasileira e internacional. Além do restaurante, os hóspedes desfrutam de bar com vista sobre a cidade e a orla, piscina ao ar livre na cobertura, sauna e academia.

Park Inn Radisson Santos
O Park Inn Radisson Santos faz jus a infraestrutura e serviços de alto nível característicos da rede Radisson

O Park Inn Radisson Santos faz jus à excelência característica da rede Radisson. Localizado em Pompeia, a 550 m de praia homônima e a 4 km do centro, o hotel se define pelo alto nível tanto em atendimento, quanto em infraestrutura. O Restaurante Maestro, inspirado na culinária contemporânea e internacional, serve o café da manhã incluso na tarifa. Mediante custo à parte, oferece também as demais refeições e uma variada carta de drinks e vinhos. Por falar em drinks, são dois bares ao dispor, um deles na área da piscina ao ar livre. A hospedagem conta ainda com academia, sauna seca, área de leitura e serviço de quarto 24h.

Autor

Amante do ecoturismo, a natureza é sempre seu destino preferido! Viaja para recarregar as energias, conhecer pessoas, trocar experiências e voltar para casa com um pouquinho de cada lugar dentro de si.

Escreva um comentário