O Carnaval no Brasil é animado desde que se tem registro. A festa, originária dos grandes bailes e comemorações europeias populares, chegou ao país por volta do século XVII. Mas a pergunta fica: quando o Carnaval se tornou a época oficial do glitter, das fantasias minimalistas e da Ivete Sangalo?

As fantasias começaram com máscaras nos bailes, o glitter já era queridinho de Cleópatra, e bem… a Ivete roubou nosso coração na Banda Eva. Os três evoluíram junto com a personalidade da festa: os bailes ganharam trios elétricos, a trilha sonora ganhou marchinhas e as fantasias ganharam as imaginações. Hoje, os cinco dias de festa param o Brasil com desfiles de escolas de samba, bloquinhos de rua e feriado para viajar. 

O Mag investigou quais as melhores pedidas para quem quer agito ou sossego no Carnaval do Brasil. Confira a seguir!

“Eu quero é botar meu bloco” no Sudeste

Se a procura é por grandes sambódromos, a capital do Rio de Janeiro é o lugar. Os 85 mil m² do Sambódromo da Marquês de Sapucaí são palco dos cinco dias de desfiles das escolas de samba e também de celebridades. O espetáculo é tradição desde a década de 30 e emociona com samba-enredo inéditos, rainhas de escola de samba icônicas e alegorias gigantescas. O preço dos ingressos é alto, mas com certeza vale a pena! Quem opta por uma festa mais popular, encontra blocos de rua espalhados pelas quatro zonas da capital já no mês de janeiro.

Nessa época do ano até o cinza da capital de São Paulo ganha cores. O Sambódromo do Anhembi é o endereço do desfile que fica à altura da folia carioca, com cinco dias de desfile e mais de 30 escolas de samba. O sucesso é tanto que os ingressos já estão a venda, e esgotando! A gandaia paulistana não fica só na passarela, muito pelo contrário. 865 blocos, 35 deles voltados para o público infantil, estão inscritos para invadir as ruas entre 15 de fevereiro e 1 de março de 2020, com direito a pré e até pós-Carnaval. 

Veja mais sobre o Carnaval de rua de São Paulo

Mais brasileiro que Carnaval e pão de queijo? Em Minas Gerais as festas mais tradicionais ficam no interior, nas cidades históricas. Diamantina é uma das mais clássicas e promove o agito ao som das bandas Bat Caverna e Bartucada. A festa reúne mais de 30 blocos e shows, que têm como pano de fundo grandes monumentos de época. Outro opção é a cidade de Mariana, vítima de um rompimento da barragem em 2015, que vê o Carnaval no Brasil como uma maneira de ascender. Tem blocos caricatos, apresentações de escola de samba e decoração típica, uma boa possibilidade de promover a economia local.

Área da piscina do Hotel Cabreúva Resort
A 1h de São Paulo e com pensão completa, o Hotel Cabreúva Resort agita o Carnaval com festivais, oficinas, etc.

Quem quiser curtir o sacolejo com mais exclusividade e sossego, uma dica é hospedar-se em hotéis com programação especial para a época. Entre as opções, o Hotel Cabreúva Resort prepara atividades temáticas para o Carnaval de 2020, com festivais gastronômicos, oficinas e espetáculos noturnos. Ele está a 1h de São Paulo, e oferece pensão completa inclusa na tarifa, quatro piscinas, quadras, salões de jogos, playground, recreação monitorada e mais.

“Atrás do trio elétrico” tem festa no Nordeste

Trio em Salvador no Carnaval no Brasil
Dividido em três circuitos com trios elétricos do axé ao forró, o Carnaval de Salvador é um dos mais famosos

Acarajé, pinga e… pipoca? A folia de Salvador, na Bahia,é uma das primeiras que vêm à mente quando se fala em Carnaval no Brasil. Ela começa na quinta-feira e totaliza seis dias inteiros de festa, animados pelos carros elétricos de axé music e forró. São três circuitos principais que embalam a festa: Dodô (Barra Ondina), Osmar (Campo Grande) e Batatinha (Centro Histórico).

Em 2019, com tema de “O Mundo Escolheu Salvador” e cerca de 1,5 milhões de turistas, a festa soteropolitana contou com grandes nomes da música: Banda Eva, Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Léo Santana e Anitta, entre cerca de 18 mil artistas envolvidos na comemoração. Os foliões que compram o abadá de cada trio podem andar colados no carro, enquanto os outros festeiros ficam mais atrás, apelidados de “pipoca”. 

Rua de Olinda cheia de foliões no Carnaval no Brasil
O Carnaval de Olinda também é destaque no Nordeste, com muito frevo e maracatu agitando os foliões

Já as capitais do Rio Grande do Norte, Natal, e do Ceará, Fortaleza, capricham nos blocos de rua e promovem shows de rap, música eletrônica e cantores locais, proporcionando uma festa multicultural. Enquanto isso, em Pernambuco, Recife mistura o frevo e o maracatu, ritmos-mãe da região, às festas. O momento mais esperado é o desfile do Galo da Madrugada, o maior bloco carnavalesco do mundo segundo o Guinness Book. A 7 km da capital, Olinda também ferve. No sábado, à meia-noite, o Homem da Meia-Noite, boneco gigante de Olinda, aparece no Centro Histórico e arrasta a multidão até às 3h.

Vista aéra do Gungaporanga Hotel
Em Barra de São Miguel, no alto de uma falésia, o Gungaporanga Hotel é exclusivo para maiores de 14 anos

O agito é grande, mas o Nordeste também! Perfeito para curtir o feriado com tranquilidade, o Gungaporanga Hotel está em Barra de São Miguel, a cerca de 60 km de Maceió, no Alagoas. Exclusivo para maiores de 14 anos e no alto de uma falésia, com vista exclusiva para a Lagoa do Roteiro e a Praia do Gunga, desfrute de café da manhã incluso na tarifa, piscina de borda infinita, sauna, bar e acomodações em bangalôs com hidromassagem.

“Não quero dinheiro, eu só quero…” ir para o Sul

Pessoas dançando no Carnaval de rua
O Carnaval do Sul agrada a todos! Seja em Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis ou Bombinhas, a folia é certa

Entre desfiles e marchinhas, um pouco de rock no Sul do país! Em Curitiba, no Paraná, a festa que chama atenção é a “Psycho Carnival”, já em sua 21ª edição. O evento dura quatro dias e dedica-se ao Psycobilly, um subgênero musical advindo do punk rock dos anos 70 e do rockabilly americano dos anos 50. Viajando pelo território gaúcho, Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, escolhe datas alternativas para a comemoração. Em 2020, as escolas de samba locais se apresentam nos dias 6 e 7 de março. Também é possível festejar com blocos de rua.

Pulando para o litoral, o estado de Santa Catarina costuma fazer sucesso. Seja pelo clima de praia ou pelas infinitas festas, a capital Florianópolis faz sucesso no Carnaval no Brasil. O desfile das escolas de samba sacode a Passarela Nego Quirido por dois dias: um para a apresentação das escolas (são 10) e outro para as campeãs. Se a pedida for bloquinhos ou grandes festas noturnas e baladas, Florianópolis também não decepciona.

Outro destino requisitado nessa época é a região de Bombinhas, a cerca de 70 km da capital. As praias são tranquilas, enquanto as ruas são tomadas pela folia. O ritmo de festa inclui festas populares, onde os próprios moradores montam a infraestrutura, bloquinhos noturnos e diurnos e também baladas como o Mentawai Bar.

Vista para a piscina da Pousada Ponta da Vigia
A Pousada Ponta da Vigia alia diversão e tranquilidade, em frente à praia e a 4 km do Beto Carrero World

Em casa não dá para ficar! Em Penha, distante da folia carnavalesca, a Pousada Ponta da Vigia fica em frente a um trecho quase exclusivo de praia. Com piscina de borda infinita com vista para o mar e restaurante onde é servido o café da manhã incluso, a localização é privilegiada também em relação ao Beto Carrero World, a 4 km. Os ingressos também podem ser adquiridos junto ao Mordomo Zarpo.

“Ó abre alas”, é o Norte no Carnaval no Brasil

Acharam que não teria festa no Norte? Tem, e muito! A região marca presença no Carnaval no Brasil. Para desfiles de escola de samba com grandes alegorias, o Centro de Convenções de Manaus, o Sambódromo, é o lugar. Desde de 1992, com 405 m de comprimento e capacidade para 80 mil pessoas, ele recebe mais de 20 escolas de samba de grupo de acesso e especial.

Ainda em Manaus, a comemoração vai além das escolas de samba. Também no centro de convenções, o Galo de Manaus, inspirado no Galo da Madrugada de Recife, reúne mais de 100 mil foliões. Já o Carnaboi inspira-se nas tradições regionais, misturando o folclore com as toadas dos bois-bumbás Caprichoso, Garantido, Brilhante, Corre-Campo e Garanhão.

Nas demais capitais – Macapá, Porto Velho, Rio Branco, Belém e Boa Vista – os bloquinhos prevalecem. O destaque fica por conta de Belém. Os foliões se jogam com os blocos Noite Suja, com Drag Queens e Drag Kings, Chove Chuva, Amigos do Urubu, etc. Com intuito de revitalizar o Carnaval de rua da cidade, o Circuito Mangueirosa leva atrações gratuitas às ruas. Um dos mais tradições blocos da cidade, o Filhos de Glande, faz parte do circuito. 

Juma Amazon Lodge, sobre palafitas, em meio à Floresta Amazônica
Em meio à Floresta Amazônica e sobre palafitas, o Juma Amazon Lodge integra os hóspedes à natureza

Seguindo na contramão, quem vai ao Norte procurando por sossego em meio ao Carnaval brasileiro também se satisfaz. Rica em cultura e biodiversidade, o contato com a natureza e as paisagens intocadas da Floresta Amazônica garantem uma viagem única. Em uma parte remota e preservada da floresta e sobre palafitas, o Juma Amazon Lodge oferece o que é preciso para uma estada regada à tranquilidade. Tem pensão completa inclusa na tarifa, piscina de rio, dois decks e passeios já inclusos na tarifa.

“Noite dos Mascarados” ganha vida no Centro-Oeste

Cenário das aventuras do Rei do Gado, o Centro-Oeste é mais do que cerrado e fazenda: é também folia! O primeiro evento fica no interior do Mato Grosso do Sul, em Corumbá, a cerca de 430 km da capital. Por lá os desfiles de escolas de samba são tradição, e ganham um toque regional dos moradores locais, que participam da confecção das fantasias à participação na bateria. A festa começa na quinta-feira e só termina na quarta-feira. Já entre os blocos de rua tem o Praia, Bola e Cerveja, o Arthur Marinho, o Flor de Abacate e mais.

Em Brasília, confetes e blocos como o Divinas Tetas, o Maria Vai Casoutras e o infantil Mamãe me Carrega, espalham cor e alegria pelas ruas da capital brasileira. E em 2020 os foliões são presenteados com a volta triunfal dos desfiles! Após intervalo de quase 5 anos, as escolas de samba voltam a desfilar nas ruas, e o ponto de encontro é em Ceilândia. Ainda no Centro-Oeste, quem não abre mão do sertanejo mesmo em época de marchinhas, vale apostar nas cidades interioranas de Goiás, como Buriti Alegre, Britânia e Caldas Novas

Área da piscina do Malai Manso Resort
O Malai Manso Resort oferece All-Inclusive e 3 mil m² de complexo aquático à beira do Lago do Manso

Agora, se nem os blocos ou as festas regadas a sertanejo são o objetivo, que tal um All-Inclusive? Na Chapada dos Guimarães, o Malai Manso Resort está à espera. À beira do Lago do Manso, aproveite complexo aquático de 3 mil m², quadras esportivas, clubes infantis, shows temáticos e muitas opções culinárias, da francesa e até asiática! Durante o feriado, os mimos e descanso são garantidos.


Bloco de rua, desfile de escola de samba e até mesmo rock. Assim é o Carnaval no Brasil, perfeito para todos as idades e gostos! Conheça todos os hotéis do Zarpo disponíveis para o Carnaval e aproveite o feriado viajando.

Raíssa Haddock Lobo

Com uma paixão por São Paulo e um crush por Nova York. Ama street looks, barzinhos do momento e pontos turísticos diferentões. Não dispensa um rooftop nem uma maratona de Sex and the City.

Hellen Cerqueira

Em busca de aventuras, suas viagens são para conhecer novas culturas e experimentar comidas típicas e bebidas artesanais. Na dúvida, as praias são sempre sua escolha preferida!

Escreva um comentário