Zarpo Magazine

O Maranhão surpreende em todos os quesitos! O estado é capaz de encantar a todos os turistas com suas belezas naturais, rica história e uma marcante identidade cultural. 

Prova disso são os Lençóis Maranhenses, um dos cenários mais bonitos do país, que estão presentes nos planos de muitos viajantes. A dica é conhecer também São Luís, a capital do estado. Juntos, os dois destinos formam um roteiro sem igual. 

Reunimos dicas para aproveitar ao máximo o que o Maranhão tem de mais incrível. Seja para um roteiro com os dois destinos ou uma viagem para somente um deles, confira a seguir dicas dos melhores passeios, restaurantes e de onde se hospedar.

Home - Slider 1

Guia prático de viagem: conheça os Lençóis Maranhenses

Lençois Maranhenses, em São Luís

Ah, os Lençóis Maranhenses… O verdadeiro paraíso nacional! É normal que existam muitas dúvidas sobre a viagem para lá. Tenha algumas delas respondidas pelo Zarpo Mag a seguir:

Onde ficam os Lençóis Maranhenses? 

Conhecer os Lençóis Maranhenses significa conhecer o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, que fica a 270 km de São Luís, pouco menos de 5h de carro. O parque tem área total de 155 mil hectares (maior que a capital paulista!) e, além de ser um grande ponto turístico, tem como objetivo a preservação deste ecossistema. 

Como chegar nos Lençóis Maranhenses?

Para chegar às cidades-base e conhecer os Lençóis, a melhor forma é via terrestre, partindo de São Luís. A oferta de vans e transfers particulares é grande e basta apenas escolher o destino da hospedagem: Barreirinhas, Atins ou Santo Amaro.

Quando ir aos Lençóis Maranhenses? 

É possível visitar o Parque Nacional o ano inteiro, mas a paisagem que todos os turistas querem encontrar é com as lagoas cheias. Assim, a época ideal para conhecer o Lençóis é de julho a agosto, depois dos meses de chuvas, que costumam ser de fevereiro a maio.

Como são os passeios nos Lençóis Maranhenses? 

Os passeios podem ser cansativos, mas com certeza valem o esforço. Antes de fechar um passeio, informe-se sobre o acesso, se há trechos de caminhadas mais desafiadores. Eles são realizados apenas em veículos 4×4 credenciados com autorização para entrar no Parque Nacional. Não é possível visitar a atração por conta própria.

Qual cidade escolher? 

Veja a seguir mais sobre as três cidades onde é possível se hospedar para conhecer os Lençóis Maranhenses. Cada uma tem um perfil e diferentes passeios.

Barreirinhas

Rio das preguiças
A 4h de viagem, Barreirinhas é destino favorito dos turistas para conhecer os Lençóis Maranhenses

Barreirinhas é a principal cidade escolhida pelos turistas. Para chegar até ela, são cerca de 4h de estrada desde São Luís, mas com trajeto tranquilo, todo asfaltado.

Por ser mais frequentado, o destino possui infraestrutura completa para turismo, com grande variedade de hospedagens, comércio e agências de viagem. Barreirinhas está, porém, um pouco mais afastado do Parque Nacional, e qualquer passeio tem um tempo de deslocamento maior, com muito sacolejo no 4×4.

O Circuito Lagoa Bonita e o Circuito Lagoa Azul, que combinam várias lagoas em um mesmo passeio, são os mais buscados. Para uma experiência nas alturas, o sobrevoo de monomotor garante uma vista incomparável das dunas. Com mais dias disponíveis, vale andar de quadriciclo, fazer flutuação no Rio Formiga e passear de barco pelo Rio Preguiça.

Atins

Lagoa nos Lençóis Maranhenses
Uma opção mais rústica e com pontos turísticos exclusivos, Atins é outra opção no Maranhão

Para conhecer Atins, pode-se ir a um passeio de bate-volta desde Barreirinhas, mas hospedar-se no destino é a melhor escolha para aproveitar tudo o que ele oferece. 

Quem vem de São Luís passa por Barreirinhas e depois pega um barco até a foz do Rio Preguiça. Outra opção é ir em um veículo 4×4, mas com caminho mais longo e acidentado. 

Atins é a cidade mais rústica entre as opções para apreciar os Lençóis Maranhenses e está entre o rio, a praia e os Lençóis. Por lá, conheça a Lagoa das Sete Mulheres, a Lagoa da Capivara e a Lagoa Tropical, mais exclusivas se comparadas às de Barreirinhas. 

Além do Parque Nacional, vale apostar no kitesurf, uma vez que a cidade é famosa pelo esporte. E não vá embora sem antes saborear o camarão grelhado do Restaurante da Luzia, que se tornou praticamente um ponto turístico local. 

Onde se hospedar em Atins? A Vila Aty Lodge tem localização central na cidade e está a 200 m da praia. A pousada conta com restaurante onde é servido o café da manhã incluso na tarifa, piscina, bar, empréstimo de kit praia e auxílio na contratação de passeios.

Santo Amaro

lagoa lencois maranhenses
Já ouvir falar que beleza supera distâncias? Esse é o caso da charmosa cidade de Santo Amaro!

Há quem diga que Santo Amaro tem as lagoas mais belas dos Lençóis Maranhenses. Porém, o acesso à cidade é mais difícil e o trecho final precisa ser feito, necessariamente, com um 4×4. Para lá, o percurso feito de São Luís leva pouco mais de 4h. 

O que o turista encontra é uma joia escondida, com pouca infraestrutura, mas com belíssimas lagoas que permanecem cheias por mais tempo (até outubro, dependendo da temporada). Além disso, a vizinhança com o Parque Nacional encurta bastante o trajeto dos passeios. 

Entre os passeios mais buscados está o da Lagoa das Emendadas, com um percurso de 4h a pé, mas com várias paradas para banho no caminho. Conheça também a Lagoa da Andorinha, Lagoa da Gaivota, Lagoa do Espigão e Lagoa da Betânia.

São Luís: mais lugares surpreendentes para conhecer

A capital é ponto de chegada e partida para quem visita os Lençóis Maranhenses e merece destaque na viagem. Veja o que fazer em São Luís.

Centro Histórico

palácio dos leoes
No Centro Histórico, o Palácio dos Leões guarda muita história do Brasil e merece uma visita

O maior atrativo de São Luís é o Centro Histórico. O motivo? Seu conjunto arquitetônico dos séculos XVIII e XIX, que traz fortes traços da colonização portuguesa, que marcou a história do estado. Prova disso são as inúmeras fachadas revestidas por azulejos azuis, com destaque para a Rua Portugal.

No centro histórico, entre os principais pontos turísticos está o Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão. A visitação de turistas acontece de acordo com a agenda governamental, mas vale a pena mesmo se for possível apenas admirar sua imponente arquitetura.

Outro local imperdível é o Teatro Arthur Azevedo. Com estilo arquitetônico neoclássico, o teatro foi inaugurado em 1817,o segundo teatro mais antigo do Brasil. Hoje, chama a atenção de turistas devido à sua ampla estrutura – de salões nobres à loja de souvenirs!

Catedral de São Luís do Maranhão
Vale conhecer a Catedral de São Luís do Maranhão, ou simplemente Igreja da Sé| Luís Guilherme | CC-BY-SA-2.0

Conheça também o Museu Histórico e Artístico do Maranhão, no Solar Gomes de Souza, construção do século XIX, e a Casa do Maranhão, com exposições sobre folclore, lendas e tradições locais. Complete o roteiro visitando a Catedral de São Luís do Maranhão, também chamada de Igreja da Sé, e o tradicional mercado Casa das Tulhas

São Luís também tem praias, mas que não são os principais atrativos turísticos do destino. Diferente de outras capitais nordestinas, o mar costuma estar impróprio para banho. É uma boa pedida, porém, é caminhar na faixa da areia e curtir os quiosques e restaurantes. As praias Calhau, São Marcos e Ponta d’Areia são as mais frequentadas.

Onde se hospedar em São Luís? O Blue Tree Towers São Luís é hospedagem completa, a 400 m da Praia de Calhau. Conta com restaurante, bar, piscina, quadra de tênis, SPA e mais. Já o Costa Atlântico Hotel, a 2 km da praia, tem piscinas e restaurante. Ambos têm café da manhã incluso na tarifa, e estão a cerca de 20 minutos de carro do Centro Histórico.

Alcântara

ruinas de alcantara
Que tal um passeio bate-volta à Alcantra? O destino guarda importante pontos históricos

Outro passeio muito procurado por quem visita São Luís é conhecer Alcântara, cidade vizinha da capital maranhense. Os destinos são separados pelo Rio Mearim e, por isso, é preciso fazer a travessia de barco para chegar até lá. As embarcações saem do Cais da Praia Grande e o trajeto leva 1h30. Um bate-volta é suficiente para conhecer os principais pontos.

Fundada em 1648, Alcântara é marcada pelo período da escravidão e a cultura de algodão e de cana-de-açúcar. Hoje, o que restou de seu passado são prédios da época colonial e ruínas. Conheça a Praça Matriz, o Museu Histórico e as ruínas da Igreja São Matias. Não deixe também de experimentar o Doce de Espécie, tradicional e original do destino.

Como organizar o roteiro por Lençóis e São Luís

sao luis do maranhao

Com 155 mil hectares, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses tem dunas a perder de vista e, de acordo com a época escolhida, lagoas de águas doces e cristalinas provenientes das chuvas, um fenômeno único no mundo.

Não pense em separar menos do que 4 dias inteiros para conhecer as principais lagoas, ok? Os passeios variam conforme a agência de turismo e a cidade-base escolhida. Quem tiver mais dias para aproveitar, vale até mesmo se hospedar em mais de uma!

Confira no Mag mais 4 roteiros de viagem no Nordeste

São Luís é a capital do estado e também principal local de chegada dos voos de outras cidades com destino ao Maranhão. Na hora de organizar o roteiro, reserve 2 dias para conhecer a cidade, que pode ser antes ou depois de visitar os Lençóis. 

Mas fica a dica: os passeios nos Lençóis podem ser cansativos, então para conhecer São Luís com disposição, visite a cidade antes de partir para os Lençóis. Agora, se o foco da viagem é conhecer os Lençóis Maranhenses, considere separar dias em São Luís somente se tiver mais tempo de viagem.

O melhor da gastronomia no Maranhão

Os pratos típicos também fazem parte da viagem! De São Luís a Barreirinhas (principal cidade-base para conhecer os Lençóis Maranhenses), há vários restaurantes para conhecer e se deliciar. Assim, não há desculpa para voltar para casa sem ter comido camarão, arroz de cuxá, moqueca, carne de sol ou a peixada maranhense. 

Em São Luís, os melhores restaurantes, segundo o TripAdvisor, são o Armazém do Chef, com menu de frutos do mar, grelhados e sabores nacionais com toques contemporâneos, e a Casa de Juja, também com cardápio especializado em frutos do mar. 

Nas cidades na região dos Lençóis, a oferta gastronômica também agrada (e muito) os turistas. O Mangue Restaurante Atins tem boas opções de pratos nacionais, com frutos do mar, e também cervejas artesanais. Uma excelente pedida para apreciar os sabores da gastronomia local é o Bambaê, restaurante no centro de Barreirinhas.

Mais dias no Maranhão? Conheça Tutóia

Tutóia, no Maranhão
Incremente o roteiro com uma visita à Tutória, cidade que dona de outros impressionantes cenários

Como se todas essas belezas não fossem suficientes, o Maranhão tem ainda mais cenários cinematográficos para conhecer. Os destinos são ótima pedida para quem já conhece os Lençóis Maranhenses ou para quem tem mais dias para incrementar o roteiro (o sonho de qualquer viajante!). 

Hospede-se em Tutóia, cidade a 75 km de Barreirinhas, para conhecer os Pequenos Lençóis Maranhenses, com dunas, lagoas e coqueiros, e também o Delta do Parnaíba, uma das paisagens mais impressionantes do Brasil.

O motivo de tanta beleza é porque o Rio Parnaíba, diferente de outros rios, não deságua no mar em um único ponto. Entre o Maranhão e o Piauí, são formados canais, com ilhas entre eles e uma biodiversidade riquíssima. Apenas dois outros rios no mundo formam deltas: Nilo, no Egito, e Mekong, no Vietnã.

Os Lençóis Maranhenses e o Delta do Parnaíba, juntamente com Jericoacoara, no Ceará, formam a Rota das Emoções. Saiba mais sobre o roteiro

Onde se hospedar em Tutóia? A Pousada Vila Tutóia tem localização central, e fica a cerca de 800 m da Praia da Barra. O Boteco Vila Tutóia serve o café da manhã incluso na tarifa e pratos regionais, e uma piscina também está ao dispor.


Pronto para uma viagem pelo Maranhão? Os Lençóis Maranhenses e São Luís estão à espera. Cadastre-se no Zarpo e reserve já seu pacote!

Isabella Marques

Fascinada por metrópoles e por histórias, gosta de achar turismo em lugares pouco óbvios, mas também não dispensa passeios em cartões-postais, comprinhas e jantares românticos.

Marilia Gouveia

Curiosa por natureza, adora livros, gastronomia e noites metropolitanas. Coleciona roteiros repetidos, planeja conhecer os mais atípicos e acredita que viajar é enriquecimento cultural.

Escreva um comentário