Natal e Pipa, dois dos destinos mais procurados do Nordeste, estão separados por apenas 80 km. O primeiro possui atmosfera mais cosmopolita e é rico cultura e história, além de ser perfeito para aqueles que amam culinária baseada em frutos do mar. O outro, por sua vez, conquista com sua vibe hippie e é ideal para aproveitar a natureza em sua forma mais pura. O percurso entre os dois pontos também pode incluir paradas extras, deixando a viagem ainda mais interessante.

Ficou animado em conhecer o Rio Grande do Norte e incluir Natal e Pipa na mesma viagem? Continue lendo este artigo e inspire-se!

Tudo o que você precisa saber antes de ir para Natal e Pipa

Pipa - Estrada
O trajeto de Natal a Pipa possui 80 km cercados por belezas naturais e, sem paradas, leva apenas 1h e 30 minutos

Em Natal e Pipa, o sol marca presença durante o ano todo, então o período escolhido é o menor dos problemas. As temperaturas variam entre 25°C no inverno e 28°C no verão. Apesar do bom tempo predominante, há períodos bem demarcados e merecem ser levados em consideração. A estação chuvosa vai, geralmente, de fevereiro a julho. Já a seca vai de setembro a janeiro.

O trajeto entre os dois destinos é feito pela BR-101 e não é longo, tampouco cansativo – tem cerca de 80 km e leva 1h e 30 minutos direto de Natal até Pipa. É possível tanto contratar uma agência (várias oferecem passeios de um dia ou transfer) quanto apostar em uma roadtrip com um carro alugado.

É aconselhável começar a viagem pela capital potiguar. Basta desembarcar no Aeroporto de Natal – Governador Aluízio Alves (NAT), que possui voos diretos e diários. Para conhecer Natal e Pipa sem pressa, são indicados sete dias de viagem.

O que fazer em Natal, a “Cidade do Sol”

Natal, capital do Rio Grande do Norte, possui ótimas praias, gastronomia de primeira e muitos dias de sol

Pequena em dimensão, grandiosa em belezas naturais. Assim é Natal, capital do Rio Grande do Norte e ponto de partida para conhecer outros destinos do estado. Considerada a cidade com mais dias ensolarados do Brasil – são aproximadamente 300 por ano! –, o destino é rico em história e valores culturais, e é dono de cenários paradisíacos naturais que se mesclam perfeitamente com os urbanos.

Praia da Ponta Negra
O Morro do Careca já não mais abre para turistas, mas pode ser admirado da famosa praia de Ponta Negra

Ponta Negra é o bairro com melhor infraestrutura turística de Natal e abriga também a praia mais badalada do destino. Incontáveis sombreiros e cadeiras colorem a orla e, apesar de urbana, preserva suas águas cristalinas e paisagem decorada pelo Morro do Careca.

Interessou? O Zarpo oferece excelentes hospedagens à beira da Praia de Ponta Negra. Luxuoso e com serviços de primeira, o Vogal Luxury Beach Hotel & Spa conta com café da manhã, complexo aquático, serviço de praia, aulas de yoga, mediação e muito mais. Já o Coral Plaza é ideal para famílias, oferece meia pensão com menu kids, três piscinas, kids’ club e playground. O Manary Praia Hotel é sinônimo de exclusividade. O hotel tem atmosfera romântica e arquitetura colonial, oferece café da manhã, piscinas com bar anexo, serviço de praia e, com custo à parte, SPA.

Forte dos Reis Magos
Um dos cartões-postais de Natal, o Forte dos Reis Magos pode ser visitado com a companhia de um guia turístico

O Forte dos Reis Magos, um dos símbolos mais fortes da cidade, também vale a visita. Localizado a cerca de 3 km do centro, a primeira construção de Natal tinha como objetivo proteger o território de invasões. A dica é conhecer o forte através de uma visita guiada, onde é contada sua história com detalhes.

Lagoa de Pitangui
Na Lagoa de Pitangui, enquanto as crianças curtem a água cristalina, adultos desfrutam das barracas ao redor

Fora do perímetro urbano, a sugestão é começar a explorar os arredores de Natal pelo norte. A cerca de 23 km do centro, a Lagoa de Pitangui é o lugar perfeito para relaxar e passar o dia sem pressa. O local conta com peixinhos, bar com boa variedade no cardápio e cadeiras dentro d’água.

Praia de Genipabu
Além do mar de Genipabu, vale curtir as dunas com um imperdível passeio de buggy, com ou sem emoção

Outros passeios em Natal são verdadeiros clássicos e não podem ficar de fora do roteiro. A cerca de 15 km do centro da cidade, está a paradisíaca Praia de Genipabu. É lá que acontece o eletrizante passeio de buggy pelas dunas, um dos principais para quem visita a capital. Com emoção ou sem emoção? É o turista que escolhe! Mas o fato é que a adrenalina e a velocidade fazem parte do passeio. Outras atividades como andar de dromedário e descer no aerobunda ou no esquibunda também valem a pena.

Maracajaú
Durante a maré baixa, os parrachos de Maracajaú formam piscinas naturais perfeitas para snorkeling e mergulho

Ainda seguindo em direção ao norte pela BR-101, são necessários 51 km para chegar até Maracajaú. Ideal para um daytrip, este paraíso é um prato cheio para amantes da natureza, já que é um dos melhores destinos para mergulho no Brasil. Os parrachos são barreiras de corais com cerca de 7 km, e que estão na praia de mesmo nome. Durante a maré baixa, formam-se piscinas naturais de águas cristalinas, cenário perfeito para fazer snorkeling.

Praia de Cotovelo
Ao sul de Natal, a Praia de Cotovelo possui dunas e falésias que compõem um cenário para relaxar à beira-mar

Já para seguir até Pipa, o viajante pega a estrada no sentido Sul. A primeira parada é a Praia de Cotovelo. A cerca de 24 km do centro da cidade, o local é contemplado por coqueiros, dunas e falésias, resultando em um oásis perfeito para relaxar. A areia é clara e fina, e o mar possui coloração esverdeada e poucas ondas. Próximo dali está o Cajueiro de Pirangi, o maior do mundo. A árvore centenária possui cerca de 8.500 m² de área, equivalente a 70 cajueiros!

Lagoa de Arituba
Nas águas cristalinas da Lagoa de Arituba, banhos e passeios de caiaques e pedalinhos são possíveis

A Lagoa de Arituba é uma das mais bonitas do estado e outra alternativa para banho a cerca de 40 km da capital. Sem muita profundidade e com areia fofa, oferece passeios de pedalinho e caiaque. O local conta ainda com restaurantes, barracas e quiosques.

Praia de Camurupim
Durante a maré alta, na tranquila Praia de Camurupim formam-se cachoeiras de água salgada

O passeio pelo Litoral Sul de Natal se finda na Praia de Camurupim, a pouco mais de 40 km do centro. Esta é a praia com menor infraestrutura turística, no entanto, é uma das mais bonitas e possui bons restaurantes. É possível aproveitar o local tanto na maré baixa, podendo passear na Pedra da Oca, quanto na maré cheia, quando cachoeiras de água salgada se formam.

Interessou? Hospede-se no Praia Bonita Resort. À beira da Praia da Camurupim, o resort oferece três opções de pensão: café da manhã, meia pensão ou All-Inclusive. Sua infraestrutura dispõe de dois restaurantes, dois bares, duas petiscarias, piscina ao ar livre de 1.200 m², recreação para adultos e crianças, sauna e jacuzzi.

O que fazer em Pipa, a vila hippie de natureza exuberante

Pipa - Casas
Pipa, diferente de Natal, possui uma atmosfera rústica e hippie, com natureza intacta e ótimas ondas para surfar

Descoberta por surfistas na década de 70, a alucinante Pipa deixou de ser uma pacata vila de pescadores para se tornar um dos destinos mais cobiçados do país. Ainda que o fluxo de pessoas tenha aumentado e as temporadas de férias sejam bem cheias, este paraíso natural preserva sua atmosfera hippie e natureza praticamente intocada.

Leia mais sobre os 10 melhores picos para surfar no Brasil

Interessou? Hospede-se no Bupitanga Hotel. Sobre as falésias da Praia da Pipa, próximo à Praia do Amor, o charmoso hotel conta com café da manhã incluso na tarifa, piscina com raia de 25 m e opção de acomodação em chalé de 50 m² com piscina privativa!

Praia do Amor
As falésias do Chapadão e a beleza da Praia do Amor estão entre os destaques do destino

Entre diversas experiências a serem vividas em Pipa, apreciar o nascer do sol no Chapadão é uma das principais. Composto por falésias avermelhadas que ganham forma com o luz solar, o local é ideal para recarregar as energias. A pouco mais de 1 km a partir do centro do destino, o acesso é feito pela rua principal, a Avenida Baía dos Golfinhos. O Chapadão fica próximo à Praia do Amor, outro destaque de Pipa e queridinha dos surfistas.

Pipa - Falésias
O turista tem a escolha 12 opções de praia! É possível escolher entre as mais movimentadas e as mais selvagens

Além da Praia do Amor, são mais 11 praias para conhecer. A Praia do Centro, a mais movimentada, fica no centro e se caracteriza pela larga faixa de areia e piscinas naturais, ótimas para crianças. Cacimbinhas é um reduto de kitesurfistas, que colorem o mar e o céu com seus movimentos. A Praia do Madeiro é outra queridinha. O mar verde-esmeralda é vez ou outra presenteado com a presença de golfinhos.

Interessou? Hospede-se no Hotel Ponta do Madeiro. Localizado na praia de mesmo nome, possui vista panorâmica para o mar e está cercado por mais de 1 milhão de m² de Mata Atlântica. O café da manhã é incluso na tarifa e o hotel oferece ainda gazebo para massagens e jantares românticos, piscina com bar molhado e, com custo à parte, organização de passeios de buggy, escuna, barco, lancha e mais.

Confira no Mag 10 praias brasileiras para levar as crianças

Baía dos Golfinhos
A dica é começar o dia na Baía dos Golfinhos e ao fim da tarde, assistir o pôr do sol na Lagoa de Guaraíras

E por falar nos mamíferos aquáticos, a Baía dos Golfinhos, além de oferecer contato com estes animais, é perfeita para aqueles que desejam uma atmosfera mais sossegada. Ao final do dia, a dica é contemplar o pôr do sol na Lagoa de Guaraíras, que teve suas águas doces misturadas com o mar. Pipa concentra também excelentes restaurantes de culinária internacional e frutos do mar, e possui uma vida noturna agitada com ótimas opções de bares e boates.


Ficou animado para conhecer Natal e Pipa? Aproveite as tarifas do Zarpo nos dois destinos e conheça as belezas do Rio Grande do Norte. Quando voltar, conte nos comentários qual foi sua parada favorita!

Autor

Amante do ecoturismo, a natureza é sempre seu destino preferido! Viaja para recarregar as energias, conhecer pessoas, trocar experiências e voltar para casa com um pouquinho de cada lugar dentro de si.

Escreva um comentário