O fato é: o maior destino turístico do Brasil não se resume em Pão de Açúcar, Corcovado, Cristo Redentor e Copacabana. É até difícil de imaginar que tem novidades e lugares diferentes prontos para serem explorados no Rio de Janeiro. Mas acredite, eles existem! Observar e conhecer por outros ângulos a cidade que tem o apelido de maravilhosa é se surpreender em cada detalhe.

O Zarpo Magazine montou uma lista de lugares diferentes para conhecer no Rio de Janeiro. Encante-se por outra face da boêmia cidade conhecida mundo afora!

Confira no Zarpo todas as ofertas de hotéis no Rio de Janeiro

A beleza arquitetônica (e literária!) do Real Gabinete Português de Leitura

Grandioso na decoração, o Real Gabinete segue o estilo neomanuelino | Mayumi Ishikawa/Flickr CC BY-SA

Com quase 200 anos de existência, o Real Gabinete Português de Leitura é uma biblioteca pública e uma tradicional instituição da cultura da língua portuguesa. Eleita em 2014 pela revista Time como uma das 20 bibliotecas mais bonitas do mundo, ela é, com certeza, um dos lugares diferentes que valem a visita no Rio de Janeiro. A biblioteca possui fachada inspirada no Mosteiro dos Jerónimos de Lisboa e um interior imponente seguindo o estilo neomanuelino. O acervo faz jus a beleza arquitetônica e a grandiosidade da decoração, reunindo mais de 350 mil livros e a maior coleção de obras lusitanas fora de Portugal. A biblioteca abriga ainda exemplares raros, como o da primeira edição de “Os Lusíadas”, de Luís de Camões.

Como chegar | O Real Gabinete Português de Leitura está localizado na Rua Luís de Camões, nº 30, no Centro do Rio de Janeiro. A estação de metrô mais próxima é Uruguaiana, a cerca de 350 m a pé da biblioteca.

Funcionamento | Aberto de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. A entrada é gratuita.

Interessou? Hospede-se no Windsor Guanabara. Bem localizado na região central do Rio de Janeiro, o hotel está a 800 m do Real Gabinete Português de Leitura. Sua infraestrutura elegante dispõe de restaurante onde é servido o café da manhã incluso, bar na piscina, piscina e academia.

Sábado de compras na Feira do Rio Antigo, na Lapa

Encontre de tudo um pouco na tradicional Feira do Rio Antigo, na Lapa | Halley Pacheco de Oliveira/CC BY-SA

Na lista de lugares diferentes para conhecer no Rio de Janeiro não poderia faltar a Feira do Rio Antigo. O evento acontece tradicionalmente em todo primeiro sábado do mês, a partir das 10h da manhã, na Rua do Lavradio. E só a localização já é um passeio por si só. A primeira rua residencial do Rio de Janeiro já abrigou personalidades ilustres como o jornalista João do Rio, o escritor Machado de Assis e a cantora e atriz brasileira Carmen Miranda. A feirinha reúne cerca de 300 expositores e cerca de 30 mil visitantes a cada edição. E já separe o dinheiro e cartão de crédito: sair de mãos vazias é tarefa difícil! Lá é possível encontrar desde móveis e objetos de decoração até roupas e acessórios.

Como chegar | A Feira do Rio Antigo acontece mensalmente na Rua do Lavradio, na Lapa, região central do Rio de Janeiro.

Funcionamento | Todo primeiro sábado do mês, das 10h às 19h.

Importante | Leve dinheiro em espécie, caso aconteça de alguma barraca da feira não aceitar cartões.

Interessou? Hospede-se no Vila Galé Rio. Construído em um antigo palacete do século XIX e com decoração inspirada na bossa nova, o hotel está localizado em pleno burburinho da Lapa e a cerca de 700 m do local onde acontece a Feira do Rio Antigo. Infraestrutura e serviços dispõem de café da manhã ou meia pensão inclusa, dois restaurantes, dois bares, piscina e SPA.

Parque das Ruínas: a vista mais bonita de Santa Teresa

O Parque das Ruínas é um casarão recuperado do século 20 e promove eventos culturais | LBM1948/CC BY-SA

O Parque das Ruínas é um lugar único em meio ao sobe e desce das ladeiras da charmosa Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro. O centro cultural conta com programação para curtir com a família ou simplesmente conversar e relaxar na companhia da bela paisagem com vista para a Baía de Guanabara. O local é um resquício de um antigo prédio de 1898 que abrigava a grande mecenas da belle époque carioca, Laurinda Santos Lobo. Além da programação cultural variada, com apresentações musicais que acontecem geralmente aos finais de semana, exposições e teatro infantil, a vista panorâmica para a cidade e o próprio prédio é o que de fato impressionam. Definitivamente o parque é um dos lugares diferentes para conhecer na próxima visita ao Rio de Janeiro.

Como chegar | O Parque das Ruínas está localizado na Rua Murtinho Nobre, nº 169, em Santa Teresa. É possível chegar de ônibus ou táxi. Mas para tornar o passeio completo, a dica é tomar o bonde de Santa Teresa e descer na estação Curvelo.

Funcionamento | De terça a domingo, das 8h às 18h.

Confira um roteiro de 1 dia nos principais pontos da charmosa Santa Teresa.

Cerveja e feijoada são os carros-chefes do Bar do Mineiro, em Santa Teresa

Ainda em Santa Teresa, conheça o Bar do Mineiro, famoso pela feijoada e pastel de feijão | Imagem ilustrativa

Santa Teresa ainda abriga mais lugares diferentes para conhecer no Rio de Janeiro. O Bar do Mineiro realça o clima interiorano do bairro através da comida caseira e é a opção perfeita para os turistas entenderem a essência da boemia carioca. O estabelecimento segue o padrão dos antigos botequins, com azulejos brancos revestindo o interior e obras, enfeites, panelas e fotografias penduradas nas paredes. Entre o cardápio variado que o bar oferece, os pastéis recheados de feijão e a feijoada servida aos sábados e domingos são os carros-chefes. Além da comida saborosa, vale destacar também o atendimento. Se a fila está muito grande, os garçons oferecem cerveja gelada, bolinhos e montam uma mesa do lado de fora.

Como chegar | O acesso para o Bar do Mineiro é extremamente fácil. O estabelecimento fica na Rua Paschoal Carlos Magno, nº 99, bem próximo ao ponto final do bonde de Santa Teresa, antes de começar o morro.

Funcionamento | De terça a domingo, das 11h às 00h.

Interessou? Hospede-se no Mama Shelter Rio. De conceito moderno originado em Paris, o hotel que traz todo o charme europeu para o boêmio bairro de Santa Teresa está a apenas 220 m do Bar do Mineiro e recebe os hóspedes com restaurante sofisticado, bar contemporâneo, solário e sala de jogos.

Leia mais sobre o charmoso Mama Shelter Rio!

O Nordeste homenageado na Feira de São Cristóvão

A Feira de São Cristóvão é um verdadeiro polo da cultura nordestina | Eduardo Otubo/Flickr CC-BY

O Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, mais conhecido como Feira de São Cristóvão, é uma herança fruto da migração de retirantes em meados de 1945 e não poderia ficar de fora da seleção de lugares diferentes para conhecer no Rio de Janeiro. Nomeado em homenagem ao Rei do Baião, o local manifesta a tradição do Nordeste por meio da arte, música, culinária, shows e literatura. A singularidade do território mais alto astral do Brasil é honrada desde as ruas e avenidas do enorme pavilhão, que levam o nome dos estados da região. O centro abriga bares, restaurantes e centenas de barracas, que vendem doces, iguarias e roupas.

Localização | A feira fica no bairro de São Cristóvão, no Campo de São Cristóvão – Pavilhão de São Cristóvão. O local tem fácil acesso de ônibus, metrô e táxi.

Funcionamento | De terça à quinta-feira, das 10h às 18h. Aos finais de semana, a feira abre das 10h de sexta às 20h de domingo. A entrada é franca (exceto em feriados).

Importante | Fique atento no site quanto as programações do fim de semana e feriados. É bem possível que aconteça um show legal.

Instituto Moreira Salles: arte e arquitetura na Gávea

Instituto Moreira Salles
O moderno Instituto Moreira Salles é uma opção de passeio cultural na Gávea | A C Moraes/Flickr CC-BY

Longe do burburinho de bairros como Ipanema e Copacabana, a Gávea abriga um dos lugares diferentes para conhecer no Rio de Janeiro. Rodeado pela Mata Atlântica e os jardins projetados por Burle Marx, o Instituto Moreira Salles ocupa a antiga residência de Walther Moreira Salles, uma construção elegante e marco da arquitetura moderna dos anos 1950. Só a propriedade já vale o passeio! O centro cultural conta com exposições, filmes e shows, além de um rico acervo de fotografias. O instituto dispõe também de sala de cinema, loja e um bistrô, que serve saladas, quiches, sobremesas, drinks e opções veganas.

Localização | O Instituto Moreira Salles Rio está localizado na Rua Marquês de São Vicente, nº 476, uma das principais vias da Gávea.

Funcionamento | De terça-feira a domingo e feriados (exceto segunda-feira), das 11h às 20h.

Importante | A entrada é franca para exposições e visitas à casa. Para o cinema, o ingressos podem ser adquiridos na recepção do instituto e os preços variam de acordo com o filme. Fique atento à programação no site.

Interessou? Hospede-se no Promenade Palladium. Situado no Leblon, o moderno hotel conta com vista privilegiada para o Pão de Açúcar. A infraestrutura dispõe de café da manhã incluso, restaurante, piscina e recepção 24h. O hotel fica a apenas 4 km do instituto.

Vista Chinesa: um dos lugares diferentes para visitar na Zona Sul do Rio de Janeiro

Vista Chinesa - Rio de Janeiro
Ao melhor estilo oriental, a Vista Chinesa é um dos panoramas mais bonitos da cidade | Daydeandrade/CC BY-SA

Situada dentro da Floresta da Tijuca, no bairro do Alto da Boa Vista, a Vista Chinesa também ganha espaço na lista de lugares diferentes para curtir no Rio de Janeiro. Apesar de não ser o mais explorado, o mirante vale, e muito, a visita. Feita de concreto e com acabamento imitando bambú, a construção ao melhor estilo chinês foi erguida em meados dos anos 1902 e 1906, em homenagem aos chineses que trouxeram o cultivo de chá para o Brasil. Apesar de pouco mencionado nos guias convencionais, o local é um dos picos mais bonitos da cidade e vive cheio. Isso porque seu panorama inclui todos os pontos marcantes da cidade ao mesmo tempo, como o Corcovado, o Pão de Açúcar e o Morro Dois Irmãos. A vista é incrível e rende bons cliques!

Como chegar | O meio de transporte aconselhado é o carro. O acesso por ônibus não existe e, para os mais dispostos, é possível chegar de bike ou a pé. A partir do Jardim Botânico e outros bairros da Zona Sul, deve-se pegar a Rua Pacheco Leão e em seguida a Estrada Dona Castorina. Já a partir da Tijuca e outros bairros da região oposta, deve-se pegar a Rua Boa Vista e em seguida a Estrada Dona Castorina.

Funcionamento | Todos os dias, das 8h às 17h (até 18h no horário de verão).

Importante | Não há quiosques, lanchonetes ou restaurantes no mirante. O ideal é fazer uma refeição reforçada antes ou levar algum lanche.

Praia do Secreto, um dos segredos mais bem guardados do Rio de Janeiro

Praia do Secreto
A Praia do Secreto é a opção ideal para fugir da agitação típica da orla carioca | Fwellisch/CC BY-SA

Como o próprio nome sugere, a Praia do Secreto é um verdadeiro paraíso escondido no litoral carioca. Vizinha da Praia da Macumba, veio ganhando reconhecimento ao longo dos anos e, apesar de não ser mais tão secreta assim, preserva o visual selvagem, o que lhe valeu uma posição na lista dos lugares diferentes para conhecer no Rio de Janeiro. Apesar do nome, o lugar não chega a ser uma praia e se a assemelha mais com uma piscina natural que se forma durante a maré baixa. Pequena e sem faixa de areia, o acesso não tão simples faz com que toda a beleza seja preservada.

Como chegar | A Praia do Secreto é acessível por uma trilha que sai da Praia da Macumba, ou por uma trilha íngreme que começa no meio da Avenida Estado da Guanabara, no Recreio. De carro, basta estacionar no Mirante da Prainha e seguir a pé. O nível da trilha é considerado leve e dura cerca de 15 minutos.

Importante | O local é protegido por paredões e não possui faixa de areia. Por esses motivos, é necessário checar a tábua de marés. Na maré alta, por exemplo, não é possível ver a piscina natural e é perigoso descer até a água.

Interessou? Hospede-se no Windsor Marapendi ou no Bourbon Barra Premium. Confortáveis e modernas, as duas opções estão a menos de 20 km da Praia do Secreto e oferecem café da manhã incluso na tarifa e piscina.

Foto de capa: Halley Pacheco de Oliveira/CC BY-SA

Autor

Amante do ecoturismo, a natureza é sempre seu destino preferido! Viaja para recarregar as energias, conhecer pessoas, trocar experiências e voltar para casa com um pouquinho de cada lugar dentro de si.

1 Comentário

  1. Parabéns pela referência de lugares poucos visitados pelos cariocas e turistas.

Escreva um comentário