De origem guarani, Iguaçu significa “muita água”. Esta nomenclatura condiz perfeitamente com o que se encontra no extremo oeste do Paraná, bem na divisa do Brasil com o Paraguai e a Argentina. A sortuda Foz do Iguaçu é a cidade responsável por guardar o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu, que possui as quedas d’água mais impressionantes do planeta e, não à toa, é uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Permeando a fronteira entre o Brasil e Argentina, o Rio Iguaçu resulta em incríveis 275 quedas! Como se as Cataratas não fossem suficientes para encantar qualquer turista, Foz é um destino diversificado e reúne ainda bons restaurantes, lojas, museus e parques. Além disso, sua  localização permite conhecer um pouco mais sobre nossos vizinhos meridionais.

Levando em consideração a pluralidade e beleza singular deste destino paranaense, o Zarpo Magazine fez uma lista com o que fazer em Foz do Iguaçu. Confira! 

O que fazer em Foz do Iguaçu? Comece pelas Cataratas!

O que fazer em Foz do Iguaçu
As Cataratas do Iguaçu, uma das sete maravilhas naturais do mundo, são a principal atração do destino

Conhecidas no mundo todo, as Cataratas do Iguaçu foram avistadas a primeira vez por europeus em meados de 1540, quando o espanhol Dom Álvar Núñez Cabeza de Vaca fazia uma expedição que tinha como objetivo alcançar o Rio Paraná. Ainda que o local tenha recebido um nome oriental, foi o termo indígena que prevaleceu: Iguaçu significa “muita água”. 

O que fazer em Foz do Iguaçu
As 275 quedas estão na divisa do Brasil com a Argentina, mas o lado brasileiro tem a melhor vista

Protegida por parques naturais do Brasil e da Argentina, o conjunto soma 275 quedas. O lado brasileiro é, inclusive, o melhor ângulo para observar a atração, já que mais de três quartos das quedas estão do lado argentino. A Trilha das Cataratas, com cerca de 1.200 m, possui diversos mirantes e ainda presenteia os turistas com a presença de animais como quatis, pássaros e borboletas. 

Importante! É possível comprar a entrada para o Parque Nacional do Iguaçu pela internet ou na hora na bilheteria. Alugar um carro é uma excelente alternativa para quem deseja uma viagem mais independente. Na entrada do parque há estacionamento e custa em torno de R$20. O trajeto pode ser feito também de táxi, uber ou com agências de viagem. Aos que desejam economizar ainda mais, basta pegar a linha 120 de ônibus que passa no centro da cidade; o melhor ponto de referência é o Terminal de Transporte Urbano. 

O que fazer em Foz do Iguaçu
Além dos mirantes, existem várias atividades incríveis em meio às cachoeiras, por exemplo o Macuco Safari

Outros destaques do lado brasileiro das Cataratas são as passarelas construídas sobre a água e o Macuco Safari, um dos passeios mais incríveis para se fazer em Foz do Iguaçu. Após uma trilha a bordo de um veículo elétrico, visando minimizar os impactos negativos ao meio ambiente, o passeio de barco sobre o leito do Rio Iguaçu, passando pelas das quedas dos Três Mosqueteiros, é o ponto alto da aventura. Aos mais corajosos, é possível realizar o Macuco Safari com rafting!

Conheça outros destinos que são referência em ecoturismo no Brasil.

Parque das Aves: atração mais que obrigatória em Foz do Iguaçu

O que fazer em Foz do Iguaçu
Ao lado do Parque Nacional do Iguaçu, o Parque das Aves é passeio ideal para todas as idades

Além das Cataratas, Foz do Iguaçu promove uma interação com a natureza também por meio da Mata Atlântica e suas espécies. O Parque das Aves é a primeira instituição focada na preservação das aves nativas da Mata Atlântica, oferecendo ao visitante o contato mais próximo com os animais através dos viveiros de imersão.

O que fazer em Foz do Iguaçu
Flamingos, papagaios, tucanos e araras estão entre as aves que o visitante pode observar de perto

Localizado próximo ao Parque Nacional do Iguaçu, casa das Cataratas, o local abriga cerca de 120 espécies, entre elas flamingos, papagaios, urubus e tucanos. Além do tradicional passeio pelos quatro viveiros de imersão, há tem o “Backstage”, tour com experiências exclusivas e com informações sobre como funciona o parque, e o “Forest”, um ritual guarani de boas-vindas com jantar na floresta.

Combine a Usina de Itaipu e o Templo Budista em um único passeio

Na fronteira do Brasil com o Paraguai, a Usina de Itaipu é outro ponto turístico para conhecer em Foz do Iguaçu

Fora dos arredores das Cataratas do Iguaçu, há muito o que fazer e para conhecer. Localizada no Rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, a Usina Hidrelétrica de Itaipu foi construída pelos dois países entre os anos de 1975 e 1982. Esta que é a segunda maior hidrelétrica do mundo, se tornou um dos grandes atrativos de Foz do Iguaçu e, além de proporcionar experiências incríveis, aplica o turismo sustentável a fim de estimular o desenvolvimento da região.

Uma opção diferenciada de passeio pela usina é o Itaipu Iluminada, com show de luzes e música

São cerca de oito passeios para fazer e, entre eles, o Itaipu Panorâmica é o mais tradicional da Usina. A atração conta a história da construção da barragem e leva os visitantes de ônibus para dois mirantes de observação. O Ecomuseu é outro passeio interessante e utiliza instalações tecnológicas e uma enorme maquete para recriar e contar a história da região, desde o período pré-histórico, passando pela povoação de Foz e construção da usina. Já o passeio Itaipu Iluminada, como o próprio nome sugere, é um show de luzes. Embalado por uma trilha sonora, o espetáculo que acontece a partir da energia produzida na usina conta com 747 refletores e 112 luminárias.  

Depois de conhecer Itaipu, visite também o Templo Budista Chen Tien, com mais de 120 estátuas

Construído em 1996 por comunidades chinesas que habitavam a tríplice fronteira, o Templo Budista Chen Tien está localizado a 11 km da usina, em uma região alta da cidade, onde é possível observar o centro de Foz do Iguaçu e a Ciudad del Este, no Paraguai. Com mais de 120 estátuas, entre elas um Buda de 7 metros de altura, o local possibilita um contato mais intenso com a filosofia budista, além de proporcionar momentos de descanso e interiorização. 

Foz do Iguaçu Park Show: um passaporte para as atrações mágicas do destino

Como se tanta água e passeios ao ar livre não fossem o suficiente para encantar qualquer turista, Foz do Iguaçu também é um destino mágico e da imaginação. O Foz do Iguaçu Park Show (Dreamland) é um complexo com a finalidade de proporcionar experiências incríveis e realização de sonhos através das atrações mais interessantes da cidade. Entre as opções, os visitantes poderão sentir a atmosfera única do Museu de Cera Dreamland, voltar ao passado por meio do Vale dos Dinossauros, se deslumbrar com o Museu Maravilhas do Mundo e dar uma pausa no calor de Foz no Dreams Ice Bar.

Já pensou em ficar cara a cara com celebridades, ícones do cinema, personalidades políticas e ídolos do esporte? Inaugurado em 2014, o Museu de Cera de Foz do Iguaçu possui cerca de 15 cenários temáticos e mais de 100 réplicas ultrarrealistas de figuras como Papa Francisco, Ayrton Senna, Michael Jackson e Albert Einstein. O local funciona todos os dias, das 8h às 22h.

Se o Museu de Cera proporciona a sensação de encontrar celebridades, o Museu Maravilhas do Mundo leva os visitantes aos monumentos turísticos mais famosos do planeta, construídos pelo ser humano. Em apenas alguns passos, é possível conhecer lugares como a Torre Eiffel, na França, Pirâmides do Egito, Taj Mahal, na Índia, e Estatua da Liberdade, nos Estados Unidos. O museu abre de terça-feira a domingo, das 8h às 22h, e segunda-feira das 8h às 19h.

E que tal incluir na lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu uma volta ao passado, diretamente para o período jurássico? O Vale dos Dinossauros conta com cerca de 20 réplicas com animação, movimentos e sons. A cada curva do passeio, os visitantes se deparam com diversas espécies que habitaram o planeta há milhões de anos atrás. Um dos destaques é o T-Rex, com aproximadamente 12 m de altura! O local está aberto todos os dias e funciona das 8h às 19h.

Do período pré-histórico direto para a era glacial. O Dreams Ice Bar é o maior bar feito de gelo do Brasil! Todo temático e com temperatura média abaixo dos 11°C, o local conta com esculturas de animais, móveis e decoração todos feitos com gelo cristalino. O bar dispõe de um open bar de 30 minutos, drinks exclusivos e chocolate quente, além de jaquetas e luvas. Aberto todos os dias, funciona das 8h30 às 23h30. 

Passeios internacionais para incluir no roteiro de Foz do Iguaçu

É em Foz do Iguaçu que Brasil, Argentina e Paraguai se encontram, formando a Tríplice Fronteira

Uma viagem a Foz do Iguaçu não rende apenas a visita a uma das sete maravilhas naturais do mundo, mas também uma esticada em mais dois países. Inaugurado em 1903, o Marco das Três Fronteiras é onde o Brasil, a Argentina e o Paraguai se encontram em um mesmo ponto. O local proporciona uma visão incrível das fronteiras, além de um ganho riquíssimo de cultura. Cada país tem o seu obelisco, pintado com suas respectivas cores. É possível chegar ao Marco das Três Fronteiras de carro, transporte coletivo, táxi ou através de transfers de agências de turismo local. 

Do lado paraguaio, a Ciudad del Este é o paraíso das compras, especialmente de eletrônicos

Em Foz do Iguaçu, no perímetro brasileiro, o marco possui formato de pirâmide e seu mirante possui a melhor vista da região, podendo enxergar, além dos três países, o encontro dos Rios Iguaçu e Paraná. A Ciudad del Este, em território paraguaio, é irresistível para aqueles que amam ir às compras. Entre as lojas mais famosas da cidade, está a Monalisa. Fundada em 1972, se destaca por vender marcas de luxo como Channel, Armani e Bulgari. 

Atravessar a Ponte da Amizade é a principal maneira de ir ao Paraguai. A dica é fazer o passeio em excursão

Para comprar eletrônicos a preços muito mais atraentes do que os encontrados Brasil, vale visitar a loja Mega Eletrônicos. Para chegar a Ciudad del Este basta atravessar a Ponte da Amizade. A forma mais segura de fazer o passeio é a através de excursão. Outra dica é seguir de carro até o começo da ponte e seguir de ônibus ou moto-táxi. 

Importante! Vale ressaltar que o limite de compras na Ciudad del Este é de U$300 por pessoa, inclusive criança. Por lá o Real é aceito, mas as taxas são bem abusivas. Vale checar em Foz se não é melhor trocar por Guarani ou Dólar.

Puerto Iguazú, do lado argentino, apesar de ter aspecto de vila, ganha destaque por sua vida noturna. A cerca de 12 km do centro de Foz do Iguaçu e, caso não esteja com carro próprio, é possível fazer o trajeto de táxi ou através de transfers oferecidos pelas agências de turismo em Foz. O destino oferece boa oferta de restaurantes, bares e cafés. O restaurante Te Amaré Maitena é uma excelente opção para petiscar, curtir um happy hour e degustar o melhor da culinária local. Ao final da refeição, que tal tentar a sorte e apostar algumas fichas em algum cassino da cidade?

Onde comer

A cena gastronômica em Foz do Iguaçu também merece ser destacada. Os restaurantes da cidade oferecem desde comida brasileira, que atrai principalmente estrangeiros, até comida libanesa e deliciosas churrascarias, como a famosa Rafain Churrascaria Show. Tradicional em Foz desde 1959, o local não se perdeu no tempo e conta com um ambiente totalmente moderno e de qualidade, refletida também nos alimentos. Com sistema buffet, possui grande variedade de saladas e pratos típicos brasileiros, além de amostras orientais, frutos do mar, massas italianas, sobremesas e, claro, o verdadeiro churrasco brasileiro. 

De segunda-feira a sábado, durante o jantar, o restaurante apresenta um show de danças e interpretações que contemplam a América Latina, do México aos Pampas, passando pelo Paraguai, Argentina, Brasil, México, Bolívia, Colômbia, Chile e Uruguai. O espetáculo começa às 20h40 e dura cerca de 1h30. 

Outra opção com sotaque brasileiro é o Bendito. Atraente e com detalhes arquitetônicos que chamam a atenção, o restaurante foi inaugurado em 2017 e é mais bonito ainda por dentro, com elementos rústicos e lampiões que dão a atmosfera de aconchego para o ambiente. A qualidade é refletida também na gastronomia, que oferece o melhor da culinária do país, com destaque para os petiscos. Entre as opções tem pratos veganos, risoto de camarão, bolinhos de abóbora-cabotiá com carne, picanha, escondidinho de camarão e as clássica caipirinha. 

Autêntico e localizado estrategicamente nos arredores da Mesquita Omar Ibn Al-Khatab, na região central de Foz do Iguaçu, o Castelo Libanês serve clássicos da cozinha libanesa, preparados conforme orienta a cultura árabe. Entre as opções do cardápio, destacam-se homus, babaganouch, kibes cru e kafta, além dos tradicionais doces folhados. O restaurante conta ainda com um farto buffet e, por questões religiosas, não serve bebidas alcoólicas. 

Do Oriente Médio diretamente para a Itália! O restaurante Vó Bertila é um dos mais concorridos de Foz do Iguaçu e, por meio de sua decoração e cardápio, transporta os clientes para a casa de uma verdadeira família italiana. Aconchegante como casa de vó, o ambiente possui quadros de família, toalhas de crochê, pratos pintados, cristaleira antiga e, claro, comida com gostinho caseiro. Entre os destaques da casa, estão as bruschettas, massas, porpetta, lasanha e nhoque. Por ser um dos restaurantes mais procurados da cidade, a dica é chegar cedo ou fazer reserva. 

Onde se hospedar

O Wish Resort, com campo de golfe, 17 piscinas e mais, está entre as opções de hospedagem no destino

Além das opções sobre o que fazer e como aproveitar o destino, o Zarpo Magazine separou algumas opções para se hospedar em Foz do Iguaçu. No luxuoso Wish Resort Golf Convention, a 7 km do Parque Nacional do Iguaçu, o grande destaque é o Iguassu Falls Golf Club, o campo de golfe de 18 buracos do resort. Referência na América Latina, o local é perfeito tanto para iniciantes, quanto para profissionais. O restante da infraestrutura conta com nada menos do que 17 piscinas, quadras esportivas, copa do bebê, cinema, três restaurantes, coffee shop e dois bares. É possível escolher entre café da manhã ou meia pensão inclusa na tarifa.

A primeira praia termal da região sul está no Mabu Thermas Grand Resort, e tem águas aquecidas a 36°C

O Mabu Thermas Grand Resort abriga a primeira praia termal do sul do Brasil, com águas naturalmente aquecidas a 36°C. Localizado sobre o Aquífero Guarani, o resort está cerca de 12 km do Parque Nacional do Iguaçu, onde estão as Cataratas, e oferece opção de café da manhã, meia pensão ou pensão completa inclusa na tarifa.

Com 245 mil m², Bourbon Cataratas oferece piscinas, Espaço Turma da Mônica, minizoológico, boliche e mais

Próximo à divisa do Brasil com a Argentina e com o Paraguai, também a 12 km do Parque Nacional do Iguaçu, o Bourbon Cataratas Resort possui 245 mil m² de lazer, com piscinas ao ar livre de uso adulto e infantil, Espaço Turma da Mônica, quadras esportivas, pista de boliche e até minizoológico e minishopping. Os hóspedes podem escolher entre café da manhã ou meia pensão inclusa na tarifa.

Hospede-se com toda a diversão do Recanto Cataratas: tem piscinas termais, sala de jogos, discoteca e kids’ club

A cerca de 16 km do Parque Nacional do Iguaçu, o Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention é ideal para famílias. Com café da manhã ou meia pensão inclusa na tarifa, a propriedade se destaca pela infraestrutura de lazer, que conta com complexo aquático com piscinas termais, campo de futebol, sala de jogos, discoteca exclusiva para hóspedes, playground e kids’ club com recreação, sauna, fitness center e, com custo à parte, SPA e salão de beleza. 


Agora que você já sabe o que tem de mais para fazer em Foz do Iguaçu, que tal programar uma viagem para lá? Aproveite as tarifas do Zarpo e reserve já sua hospedagem! Quando voltar, conte nos comentários qual atração mais te encantou. 

Autor

Amante do ecoturismo, a natureza é sempre seu destino preferido! Viaja para recarregar as energias, conhecer pessoas, trocar experiências e voltar para casa com um pouquinho de cada lugar dentro de si.

Escreva um comentário