Muito se pensa no Caribe, na Tailândia ou em qualquer outro cenário internacional quando se fala em destinos paradisíacos. Engana-se quem acredita que grutas impressionantes, imponentes montanhas e praias com mar de cor indescritível só existem em território estrangeiro.

Muitos desses panoramas estão no Brasil e uma das maiores vantagens é que a alta do dólar não é empecilho para conhecer nenhum deles. De norte a sul, são mais de 8 milhões de km² e a terra tupiniquim não deixa a desejar!

Confira 10 destinos paradisíacos – de tirar o fôlego – para explorar no Brasil.

Descubra também as 27 praias mais bonitas do Brasil

Amazonas: a natureza em sua forma mais pura

O roteiro não poderia começar por outro lugar, a não ser pelo estado dono de uma história ímpar e um vocabulário todo peculiar. É inegável, a Amazonas pulsa biodiversidade e muita natureza! Com mais de 1 milhão de km², é o maior estado brasileiro em extensão territorial e abrigo de um dos maiores patrimônios ecológicos da Terra, a Floresta Amazônica.

Conhecida como “pulmão do mundo”, a maior floresta tropical do planeta não é exclusivamente brasileira, no entanto, mais da metade está na Região Norte. O nome Amazonas, uma referência às mulheres guerreiras da mitologia grega, foi dado por exploradores europeus durante expedições em meados do século XVI.

Na região, o destaque fica por conta do ecoturismo – que pode ser praticado durante o ano todo, visto que o destino oferece belos cenários tanto no período de seca quanto de cheia. Um dos passeios mais emblemáticos é ir de barco até o encontro dos rios Negro e Solimões.

Outras atividades também proporcionam momentos marcantes e únicos, como focagem de jacaré e boto cor-de-rosa, pesca de piranha, trilhas na mata e visita às comunidades indígenas. A Floresta Amazônica é a mais bela representação da “mãe terra” e a opção perfeita para se reconectar com a natureza em sua forma mais pura.

Confira uma seleção de hotéis no Amazonas com descontos especiais!

Jalapão: destino quase inexplorado no Tocantins

O norte do país abriga ainda lugares que, aos poucos, vêm ganhando o coração dos turistas. Jalapão, no Tocantins e a 300 km da capital Palmas, é um deles! Ainda que pouco familiar entre os viajantes, o parque estadual é uma das áreas mais bem preservadas do Brasil e um prato cheio para os amantes de ecoturismo.

Dunas douradas, fervedouros, piscinas naturais de águas verde-esmeralda, cachoeiras azuis e formações rochosas compõem as paisagens grandiosas deste surpreendente destino. Por lá, o calor é intenso, por volta dos 30°C. Os atrativos da região podem ser visitados em qualquer época do ano, no entanto, os meses mais recomendados são entre maio a julho.

Um veículo com tração nas quatro rodas e guia também são indicados para a expedição. Cenários como as Dunas do Jalapão, Fervedouro dos Buritis, Cachoeira da Velha e Cachoeira do Formiga são os mais procurados na região.

Pipa: destino paradisíaco na região potiguar

Popular no mundo inteiro, Pipa dispensa comentários! Em Tibau do Sul, a cerca de 85 km de Natal, a vila de pescadores é um verdadeiro refúgionatural. Descoberta por surfistas na década de 1970, aos poucos entrou no roteiro dos turistas.

Atualmente, o destino abriga resorts de luxo e têm noites agitadas por baladas, bares e restaurantes. Todavia, o que faz de Pipa um lugar encantador, é o fato de preservar toda a tranquilidade e natureza, dando a impressão de ainda ser intocada.

O cenário natural é marca registada de Pipa. Nas praias, imponentes falésias dividem espaço com o mar cristalino. Entre as mais famosas estão a Praia do Amor, a do Centro e a Baía dos Golfinhos. O nome desta última é bem sugestivo e, vez ou outra, é possível avistar os animais.

Já a Praia do Amor é a preferida dos surfistas, enquanto a do Centro concentra mais turistas, bares e restaurantes. Imensos coqueirais, mirantes, piscinas naturais, praias e imponentes falésias fazem de Pipa um dos destinos mais belos do país.

Confira os melhores preços em hotéis e resorts do Rio Grande do Norte!

Fernando de Noronha: a esmeralda do Atlântico

Composto por 21 ilhas e ilhotas, Fernando de Noronha faz jus a todos os elogios que recebe. São apenas 17 km², mas com todos os ingredientes presentes no imaginário de uma “praia perfeita”: areia dourada, mar azul esverdeado, diversidade de vida marinha, corais, vegetação esplendorosa e formações rochosas.

Para curtir a ilha, faça o passeio de barco até a Praia do Sancho, de onde é possível avistar golfinhos. Visitar Noronha e não praticar mergulho é quase um pecado! A atividade é uma das mais procuradas pelos turistas, especialmente na Praia do Sueste, tendo em vista a diversidade de animais marinhos no arquipélago. 

Se a pedida for por alguma aventura em terra firme, a trilha do Atalaia é uma das mais famosas. Este tipo de atividade no destino deve ser agendada com antecedência e determinadas trilhas necessitam de guia.

Jericoacoara: o pôr do sol mais bonito do Brasil

Ruas de areia, ausência de iluminação pública, manguezais, dunas, mar e redes imersas nas lagoas. Carinhosamente apelidada de “Jeri”, Jericoacoara é um vilarejo de beleza singular! No município de Jijoca, a 280 km de Fortaleza, a vila de pescadores é um santuário ecológico.

Apesar da fama à nível mundial e do título de uma das 10 praias mais bonitas do planeta, Jeri mantém seu aspecto intocado e de vila antiga, proporcionando contato intenso com a natureza. Alguns passeios são essenciais para quem visita Jericoacoara e são feitos de buggy ou caminhonetes tracionadas.

No litoral leste, próximas à vila, a Lagoa Azul e a Lagoa do Paraíso fazem jus ao nome e, talvez, sejam as paisagens mais bonitas do destino. Os tons de azul claro e azul escuro das águas se misturam de forma espetacular e as redes imersas nas lagoas proporcionam total estado de plenitude.

Um dos principais cartões postais do destino é a Pedra Furada e, como diz o nome, possui uma fenda bem no meio. A melhor época para visitação é durante a maré baixa e, no mês de julho, o sol de põe exatamente na fenda dentro da pedra!

Jeri é referência para aqueles que amam velejar e por lá os ventos são os melhores para a prática de kite e windsurf. Outra opção é passar o dia na Lagoa da Tatajuba e apreciar o fim de tarde na Duna do Pôr do Sol.

Exclusividade em Jeri é com o Essenza Dune. Reserve com o Zarpo!

Península de Maraú: a Polinésia baiana

Que a Bahia é um show de simpatia, paisagens naturais e boa gastronomia, isso não é novidade para ninguém. E é ao sul do estado, entre Itacaré e Morro de São Paulo, a 250 km de Salvador, a Península de Maraú é um espetáculo na Costa do Dendê.

Famosa pelas piscinas naturais, a vila caiçara atrai brasileiros e estrangeiros, como Antoine de Saint-Exupéry, autor de “O Pequeno Príncipe”. Segundo os nativos, o autor já estabeleceu moradia ali, inspirando-se para os cenários do best-seller. A Praia Taipu de Fora e a Praia de Barra Grande são destaques no destino.

Ainda que estes sejam dois belos cenários que despertam maior interesse por parte dos viajantes, a península não se limita a eles e vale explorar seus arredores. A Praia dos Algodões é uma excelente opção. Fora da rota usual, é cercada por coqueiros e se caracteriza pelas piscinas naturais, mar cristalino e atmosfera quase deserta.

A Praia do Cassange é rodeada por casinhas de madeira, dando a impressão de “paraíso perdido” ao local. E quando o fim de tarde chegar, a Praia da Ponta do Mutá é a melhor escolha para apreciar o pôr do sol! Entre o oceano e a Baía de Camamu, a Península de Maraú deixa qualquer turista boquiaberto.

Confira incríveis hotéis e resorts na Bahia, sob os melhores preços!

Bonito: um oásis em pleno centro-oeste

E quem disse que destinos paradisíacos são somente sinônimo de água salgada? Bonito, no Mato Grosso do Sul, está aí para provar o contrário! O destino faz jus ao nome reserva aos turistas o contato mais íntimo possível com a natureza.

Os cenários não enfeitiçam somente os olhos, como beneficiam o corpo e a mente. Considerada a capital nacional do ecoturismo, nadar com os peixes, fazer trilhas e praticar rapel em grutas, são algumas das atividades que a cidade oferece.

Para os aventureiros, descer de rapel os 72 m até o Abismo Anhumas é um prato cheio. O local é do que uma caverna inundada de água cristalina! Já para os não tão aventureiros assim, uma opção é a Gruta do Lago Azul. Para chegar ao lago de águas azuladas é preciso descer uma escada de aproximadamente 300 degraus.

A flutuação é um dos programas mais famosos do destino e pode ser feita no Aquário Natural, a alternativa mais próxima do centro da cidade, ou Rio Sucuri, localizado em uma fazenda privada e considerado o mais transparente do Brasil. Os amantes de natureza se impressionam com o Buraco das Araras. Mesmo que voltado somente para a observação dos animais, o lugar é incrível!

Aproveite tarifas exclusivas em hotéis em Bonito

Serra do Cipó: o jardim do Brasil

Uma das formações geológicas mais exuberantes do mundo está em Minas Gerais. O município de Santana do Riacho, a cerca de 100 km de Belo Horizonte, é a porta de entrada da estonteante Serra do Cipó. Apelidada por Burle Marx como “Jardim do Brasil”, abriga grutas, cachoeiras e trilhas, ideal para os amantes de ecoturismo.

Quase toda a área é protegida pelo Parque Nacional da Serra do Cipó, garantindo total preservação dos cenários naturais. A Cachoeira do Véu da Noiva, um dos pontos mais conhecidos do destino, tem uma queda d’água de 60 m de altura!

Fora dos limites do parque, a Cachoeira da Lagoa Dourada possui quedas de fácil acesso. Dependendo da época do ano, a luz solar refletida na vegetação ao redor dá um tom dourado às águas da lagoa. Para trekking, uma das opções é a Trilha dos Escravos que servia de rota para os escravos transportarem riquezas minerais.

Cerca de 20 minutos de trilha são necessários para chegar ao Morro da Pedreira. De lá, o pôr do sol proporciona uma emoção a parte! A Serra do Cipó une o misticismo característico de cidades mineiras, com paisagens montanhosas de tirar o fôlego.

Ilhabela: a pérola do Litoral Norte paulista

Um sonho no litoral paulista! A 200 km de São Paulo, Ilhabela conta com mais de 30 praias e 300 cachoeiras. A ilha tem mais de 83% de sua área protegida pelo Parque Estadual de Ilhabela e abrigar a maior porção de Mata Atlântica do planeta.

É conhecida também como “Capital Nacional da Vela”, devido aos ventos constantes e intensos formados pelo canal entre a ilha e o continente. Com mar azul e montanhas cobertas pela vegetação nativa emoldurando sua paisagem, a ilha parece ter sido abençoada pela natureza.

As praias de Castelhanos, da Feiticeira, do Julião e Ilha das Cabras estão entre as mais famosas. Algumas são acessíveis apenas por trilha ou barco, que é o caso da Praia do Bonete, no sul da ilha e considerada uma das mais bonitas de Ilhabela.

Outras opções são as praias do Perequê, Itaquanduba e Itaguaçu, point ideal para observar o pôr do sol. Ao norte, um dos destaques é a Praia do Sino. Cachoeiras como do Gato, da Toca e dos Três Tombos completam os destaque da ilha.

Florianópolis: a ilha da magia

Quando falamos em destinos paradisíacos no Brasil, Florianópolis não pode ficar de fora da lista! Dona do título de “Ilha da Magia”, a capital de Santa Catarina tem 42 praias registradas – e há quem diga que esse número é ainda maior.

Ao sul estão as praias que são verdadeiros espetáculos da natureza e entre elas se destacam: a Praia do Matadeiro, do Campeche e, acessível somente por trilha ou barco, Naufragados e Lagoinha do Leste. Esta última, considerada uma das mais belas de Floripa, abriga ainda o Morro da Coroa. O visual é simplesmente incrível!

Enquanto o sul reserva atmosfera rústicas, o norte é a região mais badalada e nobre da ilha. Ainda assim, toda a beleza se mantém e a prova disso são as praias Canasvieiras e dos Ingleses, os principais balneários da região.

Jurerê e Daniela também são bastante frequentadas e oferecem ótima infraestrutura turística. A Praia Brava concentra as águas mais quentes da ilha e junto com dos Ingleses e do Santinho, onde há inscrições rupestres, compõem o trio indicado para a prática de surf. A magia não está apenas na alcunha atribuída à Florianópolis.

Reserve a próxima viagem para um All-Inclusive à beira da Praia do Santinho!

Gabriela Leite

Amante do ecoturismo, a natureza é sempre seu destino preferido! Viaja para recarregar as energias, conhecer pessoas, trocar experiências e voltar para casa com um pouquinho de cada lugar dentro de si.

Escreva um comentário

Sair da versão mobile