Natal é um dos mais amados destinos do Nordeste. As paisagens paradisíacas e a diversidade de passeios por lugares de todo o estado do Rio Grande do Norte são alguns dos motivos!

Aí é o turista que escolhe: um roteiro agitado e com aventura, ou dias tranquilos, aproveitando as comodidades da hospedagem. 

E, como não poderia ser diferente, para te ajudar nesta escolha do que fazer em Natal, separamos dicas incríveis de passeios para que você possa aproveitar sempre o melhor que a região tem a oferecer. Confira!

Home - Slider 1

Um pouco mais sobre a região de Natal

cidade de natal

A capital do Rio Grande do Norte é cheia de atrativos, e é também ponto central para conhecer mais do estado, com uma infinidade de passeios. 

Muitos deles podem ser feitos por conta própria, como conhecer Pipa, a 86 km de Natal, cerca de 1h30 de carro. Outros, como os roteiros de buggy e de barco, precisarão ser contratados com operadoras de turismo. Não adianta fugir: são passeios imperdíveis e que fazem parte da experiência por lá.

A melhor parte é que qualquer época do ano é boa para viajar para Natal. No verão, é claro, a cidade bomba, com o calor em temperatura máxima. Nas demais estações o sol continua presença garantida. Natal é, afinal, a “Capital do Sol”, com o astro-rei brilhando praticamente todos os dias do ano.

E quantos dias ficar em Natal? Nem pense em ficar menos de 4 dias! O ideal é ter ao menos 6 dias para fazer os principais passeios, conhecendo não só a capital mas também a região.

Confira mais roteiros imperdíveis no Nordeste brasileiro

Afinal, o que fazer em Natal e região

Agora que você já sabe um pouco mais sobre essa região maravilhosa, chegou a hora de conferir os melhores pontos turísticos e passeios que a Cidade do Sol tem a oferecer. Vem com a gente!

Praia de Ponta Negra e o Morro do Careca

praia de ponta negra

A Praia de Ponta Negra é a principal de Natal, e é por lá que estão alguns dos principais hotéis e resorts do destino. 

Além da extensa faixa de areia e do mar que convida a um mergulho, a praia conta com excelente infraestrutura para turistas, com quiosques. Aliás, restaurantes e bares na região garantem delícias típicas e badalo noturno.

À esquerda, no trecho da Via Costeira, a praia é mais tranquila. Quanto mais à direita, mais o agito vai tomando conta. Independente do local, o Morro do Careca marca a paisagem! A duna, com mais de 100 m e laterais cobertas por vegetação, é o principal cartão-postal de Natal. Atualmente não é possível subir até seu topo, por ser área de preservação, mas as fotos valem a pena.

A dica de passeio por lá é o de jangalancha, uma mistura de lancha e jangada. O trajeto contorna o Morro do Careca e vai até a Praia das Tartarugas, com parada para banho. Com sorte é possível ver tartarugas e golfinhos!

Onde se hospedar na Praia de Ponta Negra? Quem deseja praticidade pode escolher entre o Comfort Hotel & Suites e o Quality Suites, próximos à praia. Já se preferir uma viagem com muita mordomia, nada melhor que o Ocean Palace All-Inclusive e o Serhs Natal Grand Hotel, à beira-mar. Para dias de exclusividade e luxo, o Vogal Luxury Beach Hotel & Spa é perfeito!

Dunas e Praias de Genipabu

dunas em natal

O assunto é sério: quem vai para Natal e não conhece Genipabu não foi a Natal. Se você tivesse apenas um dia no destino, esse deveria ser o passeio escolhido! Por lá, a principal atração são as dunas imensas, perfeitas para explorar em um passeio de buggy.

A pergunta “com ou sem emoção?” é clássica. Ao escolher “com emoção”, prepare-se para manobras ousadas sobre as areias. Vale também fazer o esquibunda – escorregar na duna com uma prancha – e o aerobunda – descer em uma tirolesa até a Lagoa de Genipabu.

Genipabu está a cerca de 25 da Praia de Ponta Negra. Para chegar, é possível ir de carro ou apostar no roteiro completo de buggy. O bugueiro pega os turistas direto no hotel e passa por diversas praias e lagoas, e também pelo Aquário de Natal, caso queira visitar. Independente da escolha, o caminho inclui a imponente Ponte Newton Navarro.

Parrachos de Maracajaú

Maracajaú é uma praia a 50 km de Natal. Por lá, turistas são recebidos pelos beach clubs. A praia é deliciosa, mas o verdadeiro destaque são os parrachos, ou seja, as piscinas naturais formadas a alguns quilômetros da costa. 

Há duas maneiras de ir até as piscinas: catamarã, com mais pessoas e trajeto mais longo, e lancha, com deslocamento mais exclusivo e curto – mas mais caro. Antes de fazer o passeio consulte a tábua de marés, mas saiba que mesmo na maré baixa os parrachos são fundos, então coletes são indispensáveis para quem não sabe nadar.

Os parrachos de Maracajaú são perfeitos para mergulhar com snorkel ou cilindro e observar a vida marinha. No mais, vale almoçar no clube de praia e fazer passeios de quadriciclo. É possível chegar até Maracajú por conta própria ou contratar passeios saindo de Natal. 

Parrachos de Perobas

Também chamado de parrachos de Rio do Fogo, os parrachos de Perobas estão um pouco mais distantes de Natal, a 75 km. Em compensação, as piscinas naturais são mais parecidas com as piscinas que fazem a fama de outros destinos nordestinos, por serem mais rasas e ótimas para levar as crianças sem se preocupar.

O trajeto é feito sempre por lanchas, e os parrachos são mais vazios, quando comparado ao fluxo de turistas de Maracajaú. Consultar a tábua de marés também é fundamental.

Onde se hospedar próximo aos parrachos de Perobas? O Vila Galé Touros está a poucos quilômetros da Praia de Perobas, de onde sai o passeio. O resort é imperdível, com experiência All-Inclusive e muitas opções de lazer, de piscinas a kids’ club.

Cajueiro de Pirangi

cajueiro de pirangi

Como pode um cajueiro ser um dos pontos turísticos de Natal? É simples: o Cajueiro de Pirangi é o maior do mundo, com 8.500 m², o equivalente a 70 cajueiros de tamanho normal. O cajueiro, que tem uma anomalia genética, chega a produzir mais de 70 mil cajus por safra! 

A árvore está a 15 km de Natal, em Pirangi do Norte, onde vale conhecer também as piscinas naturais (menos impressionantes que os parrachos de Maracajaú e Perobas, mas mesmo assim gostosas). O passeio, realizado em catamarãs, sai da área próxima ao cajueiro. Assim como nas anteriores, prefira ir durante a maré baixa. 

Lagoa de Arituba

lagoa de arituba

É no município de Nísia Floresta, a 27 km de Natal, que está a Lagoa de Arituba. Próxima à Praia de Camurupim, a lagoa atrai turistas graças às águas tranquilas, transparentes e doces. Uma delícia para aproveitar com as crianças! 

A areia, fofinha e clara, conta com completa infraestrutura para curtir o dia. Tem quiosques, cadeiras e guarda-sóis, e aluguel de stand up paddles e caiaques.

Outras lagoas da região têm ganhado o coração do turismo local, entre elas a Lagoa do Carcará, a cerca de 12 km. Apesar de ter menos comodidades para os visitantes, suas águas cristalinas têm um tom azulado. Roteiros de buggy são uma boa forma de conhecê-la.

Onde se hospedar próximo a Lagoa de Arituba? O Praia Bonita Resort fica entre a lagoa e a Praia de Camurupim. Hóspedes aproveitam piscina, recreação monitorada, espaço kids, quadras e mais, além de opção de café da manhã, meia pensão ou All-Inclusive.

Destinos próximos a Natal que você precisa conhecer

Lugares perfeitos para um bate-volta desde Natal, mas que também podem render mais de um dia de viagem. Para quem tem mais tempo para fazer um roteiro completo, a dica é hospedar-se por duas ou três noites em Pipa e São Miguel do Gostoso!

Pipa

praia de pipa

A Praia de Pipa é a principal do município de Tibau do Sul, mas acabou se tornando praticamente o nome do destino. O charme e estilo rústico de Pipa são únicos! A praia é ótima para banho, com vários quiosques pé na areia. 

Vale conhecer também a Baía dos Golfinhos, o mirante do Chapadão de Pipa e as praias Sibaúma, do Madeiro, do Amor e Cacimbinhas. Um passeio de buggy (sim, eles são bem populares nas principais cidades turísticas do Nordeste) cai bem para conhecer os principais pontos.

Além das praias, passeie pela Av. Baía dos Golfinhos, a principal do centro. Restaurantes e bares, seja para uma bela refeição ou para curtir o agito noturno, são indispensáveis. Para completar, o pôr do sol em Pipa está entre os mais bonitos do Brasil.

Onde se hospedar em Pipa? O Hotel Ponta do Madeiro fica na Praia do Madeiro. Tem piscina, bar na praia e café da manhã incluso na tarifa. Outra opção é o Bupitanga Hotel, sobre as falésias na Praia de Pipa. Entre suas comodidades estão restaurante, piscina e redário.

Confira no Mag um roteiro que combina Natal e Pipa

São Miguel do Gostoso

barco em são miguel do gostoso

Para fechar com chave de ouro! São Miguel do Gostoso, a 110 km de Natal, é paradisíaco. A vila é tranquila, com simplicidade que combina perfeitamente com o destino. 

A praia, apesar de parecer uma única, são quatro: Santo Cristo, Cardeiro, da Xepa e Maceió. Os ventos fortes tornam a região favorita para praticar wind e kitesurf. 

Por lá também tem passeio de buggy. Conheça a Praia de Tourinhos, famosa pelas dunas petrificadas. Outra opção, um pouco mais longe, é o passeio para Galinhos, com praia incrível e cenário marcado por dunas e salinas naturais.


Prontinho! Esperamos que o nosso post tenha te ajudado a traçar o seu roteiro de viagem.

Agora que você já conhece os principais passeios de Natal, é hora de planejar seu roteiro e reservar a viagem! Confira no Zarpo os principais hotéis e resorts no Rio Grande do Norte.

Isabella Marques

Fascinada por metrópoles e por histórias, gosta de achar turismo em lugares pouco óbvios, mas também não dispensa passeios em cartões-postais, comprinhas e jantares românticos.

Escreva um comentário