365 ilhas! Isso mesmo, Angra dos Reis é dona de 365 ilhas, parte do motivo que torna o destino tão delicioso. No litoral do Rio de Janeiro, “Angra”, como costuma ser chamada, é sinônimo de cenários paradisíacos, com mar transparente e uma beleza sem igual.

A seguir, leia mais sobre o que fazer em Angra dos Reis, com dicas do que não pode faltar no roteiro e sugestões de onde se hospedar.

Home - Slider 1

O que fazer em Angra dos Reis

Opções para relaxar, para se aventurar e para se divertir na natureza de Angra dos Reis são o que não faltam! Das praias às trilhas, das cachoeiras ao centrinho histórico… O destino não decepciona quando o assunto é curtir ao máximo.

Ilha Grande

Ilha do Abraão, em Ilha Grande, Angra dos Reis
A Vila de Abraão é o centro da Ilha Grande, a principal de Angra dos Reis | TMbux/CC BY-SA ,

Como já sugere o nome, a Ilha Grande é a maior entre as ilhas de Angra dos Reis, com mais de 190 km². Ela é ideal para ser visitada em um dia de passeio ou também para uma hospedagem mais longa. A única forma de acessar a ilha é de barco e lá os carros não são permitidos, garantindo um clima de total tranquilidade.

A Vila do Abraão é a área mais “urbanizada” e concentra o comércio da ilha, como bares, restaurantes e lojas de souvenir. Ainda assim, é bastante simples. É de lá que saem também os passeios de lancha. Entre os roteiros mais famosos estão o Volta à Ilha, o Meia Volta e o Super Sul, com diferentes paradas.

Praias e trilhas

Mar da região da Ilha Grande, em Angra dos Reis
Nas praias, a faixa de areia é lugar de relaxar sobre o sol e o mar azul é convite a mergulhos | TMbux/CC BY-SA

As principais praias de Ilha Grande são a Praia do Aventureiro, que possui um coqueiro que forma um ângulo de 90° e um incrível mirante, a Praia de Lopes Mendes, uma das mais belas do Brasil e com mar ideal para turistas, e a pequena Praia do Caxadaço, com 15 m de extensão e clima selvagem, emoldurada por pedras. Mas são muitas opções além dessas para se conhecer!

Além dos passeios de barco, as trilhas são outra possibilidade do que fazer em Ilha Grande. Separadas de T1 a T16, há opções mais tranquilas, para fazer inclusive com crianças, até com maior nível de dificuldade, com vários dias de caminhada. Caso escolha rotas mais complexas, lembre-se da importância de estar acompanhado por um guia.

Lagoa Azul

Mar da Lagoa Azul, em Angra dos Reis
Em Ilha Grande, a Lagoa Azul é uma piscina natural de águas claras, perfeita para mergulho ou snorkelling

Uma piscina natural de águas tão cristalinas que quase não é preciso nenhum equipamento para observar a vida marinha que a habita. A Lagoa Azul está em Ilha Grande e é um verdadeiro aquário natural para quem busca relaxar, apreciar vistas instagramáveis ou praticar esportes náuticos, já que ela é um paraíso para os fãs de snorkeling, caiaque e mergulho graças às suas águas calmas. 

Além de toda a diversão ou momentos relax, sua natureza generosa garante cliques incríveis e não à toa a Lagoa Azul é considerada um dos cartões-postais mais bonitos de Angra – senão de todo o Rio de Janeiro.

Cachoeiras

Cachoeira em Angra dos Reis
As cachoeiras também são um convite e tanto para quem quer variar as paisagens praianas de Angra

Não são só as praias que fazem sucesso em Angra dos Reis. As cachoeiras também são paradas obrigatórias principalmente aos apaixonados por natureza verde. Isso porque a maioria delas é alcançada por meio de trilhas, o que garante, durante todo o percurso até a queda d’água, um contato com as fauna e flora locais. 

Na lista de passeios, são indispensáveis a Cachoeira da Feiticeira, um dos pontos mais visitados em Ilha Grande – ela tem cerca de 15 m e forma uma piscina de águas doces incrível – e a Cachoeira Poção do Abraão, uma pertinho da outra.

Pico do Papagaio

Vista do Pico do Papagaio em Angra dos Reis
Quem ama aventura não se decepciona com uma trilha até o Pico do Papagaio e sua vista imperdível

Para um panorama incomparável de Angra dos Reis, a dica é um passeio até o Pico do Papagaio, que está a quase 1000 m de altitude e é o segundo ponto mais alto da Ilha Grande, atrás apenas do Pico da Pedra d’Água. Mas, para chegar até a atração, é necessário enfrentar uma trilha de quase 2h em meio à mata fechada, opção e tanto para os amantes de aventura. 

O esforço, porém, vale super a pena: de lá, é possível avistar toda a Ilha Grande e, se o tempo estiver limpo, sem nebulosidade, a Pedra da Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro também. 

Aproveite para ler dicas incríveis sobre as melhores praias do Rio de Janeiro

Ilhas Botinas

Horizonte das Ilhas Botinas, em Angra dos Reis
A lenda é que as Ilhas Irmãs foram separadas após a passagem de um navio pirata | Diego Baravelli/CC BY-SA

Além das praias da Ilha Grande, são vários passeios de barco para outras ilhas da região. Um dos passeios favoritos para muitos é até as Ilhas Botinas, duas ilhotas muito parecidas, chamadas “Ilhas Gêmeas”. O maior atrativo por lá é o mar com incrível visibilidade. Os mergulhos com snorkeling são irresistíveis e o universo subaquático é repleto de encantos.

Ilha da Gipóia 

Praia e Igreja da Piedade, na Ilha de Gipóia, em Angra dos Reis
Entre as belas praias de Gipóia está a Praia da Piedade, que possui uma singela igreja à beira-mar

A Ilha da Gipóia é a segunda maior entre as ilhas do destino e não pode faltar na lista do que fazer em Angra dos Reis. Suas praias marcam presença entre os principais roteiros de barco por Angra. Entre as mais adoradas pelos turistas está a Praia do Dentista, com mar que varia entre o azul e o verde, mas sempre está tranquilo. Vale conhecer também a Praia da Piedade, que se destaca pela Igreja da Piedade com o mar cristalino de pano de fundo.

Ilha de Cataguases

Mar da Ilha de Cataguases
Uma das ilhas mais incríveis de Angra dos Reis, Cataguases é sinônimo de exclusividade e tranquilidade

Para relaxar em meio a um cenário idílico e com um quê de exclusividade, a Ilha de Cataguases – ou Cataguás -, vale a pena! Ligada à Ilha do Peregrino por uma faixa de areia, Cataguases é pequena em tamanho, mas grandiosa em beleza. Para conhecer, há roteiros de passeios de barco que fazem uma parada por lá. Já para aproveitar com tranquilidade, a dica é passar parte do dia aproveitando a areia fininha e o mar cristalino.

Centro histórico de Angra dos Reis

Interior da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, no centro de Angra dos Reis
Angra muito além das ilhas e Praias! Não deixe conhecer também o centro histórico | Fulviusbsas/CC BY-SA

Mesmo com praias e ilhas como a maior atração local, há quem não abra mão de um roteiro histórico. Se for o seu caso, o centro de Angra dos Reis não pode ficar de fora na lista do que fazer. Separe algumas horas para o passeio! A melhor forma de conhecê-lo é por meio de um walking tour, ou seja, um tour a pé. 

Um guia leva os turistas por um roteiro que passa por construções históricas como a Igreja e Convento do Carmo, a Rua do Comércio, com vários edifícios antigos, a Igreja de Santa Luzia e a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Trilhas

Trilhas em Angra dos Reis em meio à mata nativa
Além do Pico do Papagaio, Angra oferece uma porção de trilhas em meio à sua natureza verde intocada

Se tem algo que em Angra dos Reis não falta é aventura, inclusive na parte continental do destino! Quem ama essas atividades mais radicais encontra no destino várias opções para se aventurar e, de quebra, estreitar o contato com a natureza. 

São um convite e tanto a Trilha da Praia Grande, que parte do bairro de São Bonfim e percorre cerca de 3 km de mata fechada, a Trilha de Perequê – Mambucabinha, que não exige tanta experiência e leva ao Morro da Boa Vista para um visual surpreendente, e a Trilha dos Índios, que passa por cachoeiras e riachos e termina na aldeia dos indígenas Guarani.

Cais de Santa Luzia

Uma ótima opção do que fazer à noite em Angra dos Reis é caminhar no Cais de Santa Luzia e esperar que o sol se ponha para aproveitar as atrações das redondezas. Passear pelo Cais de Santa Luzia, que é uma extensão do Porto de Angra dos Reis e fica localizado no centro do destino, garante diversas possibilidades. 

Restaurantes à beira-mar, bares com música ao vivo e uma vista privilegiada da marina são só algumas das opções do que há para curtir por lá. A poucos passos do Cais também está o Convento do Carmo e o Parque da Praça do Porto, onde acontecem diversos eventos culturais.

Paraty

Ruas do Centro Histórico de Paraty
As ruas com calçamento pé de moleque e os casarões em estilo colonial são marca registrada de Paraty

Com mais dias de viagem, vale esticar o roteiro e se encantar também por Paraty! Repleta de charme, Paraty está a 95 km de Angra dos Reis, cerca de 1h30 de carro. O centro histórico é o primeiro lugar para passear, com casarões coloniais tombados como patrimônio nacional e ruas com o calçamento chamado pé de moleque. O colorido das portas e janelas e a arquitetura, que conquistam pela singeleza, compõem um cenário único. 

A dica é fazer o Free Walking Tour e conhecer a Casa de Cultura, as igrejas Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora do Rosário e São Benedito e a Igreja de Santa Rita, com o Museu de Arte Sacra. O destino é famoso também pela FLIP, a Festa Literária Internacional de Paraty.

Confira também as melhores dicas do que fazer em Paraty

Onde fica Angra dos Reis

A cerca de 360 km de São Paulo e a 150 km do Rio, Angra dos Reis é um destino famoso do litoral sul do Rio de Janeiro e também do Brasil! A região foi de muita importância no período colonial e imperial brasileiro, responsável por abrigar um dos maiores portos nacionais.

Atualmente é o turismo que dita o ritmo por lá. Os passeios de barco são praticamente obrigatórios, e os dias são marcados por praias paradisíacas, pelo azul do mar e o verde da Mata Atlântica. 

Para a lista do que fazer em Angra dos Reis, separamos quatro das ilhas mais famosas do destino. Mas a verdade é que ele conta com muitas outras opções! Vale sempre se informar sobre as paradas de cada passeio e sobre outras ilhas irresistíveis.

Leia no Mag mais sobre os principais destinos do Rio de Janeiro

Onde comer em Angra dos Reis

Em Angra, há vários lugares super bacanas e interessantes para apreciar boa gastronomia. Existem opções de restaurantes para diversos gostos e estilos. Mas o melhor de tudo é que muitos deles têm vistas lindíssimas do mar!

Maricultura Costa Verde

Um restaurante capaz de surpreender graças ao seu diferente conceito é o Maricultura Costa Verde, localizado em Ilha Grande. Ele, na verdade, é uma propriedade onde se situa uma fazenda marinha especializada no cultivo de bijupirás e vieiras. 

Lá, além de provar os sabores autênticos preparados com produtos colhidos pela própria fazenda, é possível fazer uma visita técnica acompanhada de biólogos ou oceanógrafos para entender mais sobre a proposta do lugar e até realizar mergulhos para conhecer a fazenda embaixo d’água.

Restaurante Lua e Mar

Também em Ilha Grande está localizado o Restaurante Lua e Mar, dedicado aos sabores típicos de Angra dos Reis. Lá, os protagonistas do cardápio são os peixes e os frutos do mar, que podem ser degustados enquanto uma vista privilegiada do oceano é contemplada, já que o espaço está à beira-mar. 

O restaurante também serve massas e carnes e sua cozinha é inspirada na autenticidade caiçara.

Fasano Restaurante Praia

Um clássico que nunca sai de moda. Para quem busca lugares mais exclusivos, com aqueles ares intimistas combinados com alta gastronomia, o Fasano é incomparável! Ele está no Fasano Angra dos Reis e também proporciona uma experiência pé na areia, com um visual paradisíaco do mar e toda sofisticação que compõe o DNA da rede. O menu inclui uma variedade de frutos do mar, saladas, sanduíches, massas leves e uma excelente carta de vinhos. 

Onde se hospedar em Angra dos Reis

Se Angra dos Reis já é incrível, combinada com as melhores hospedagens, então, fica perfeita! Por isso, a gente não poderia deixar de indicar hotéis e resorts que valem muito a pena no destino.

Fasano Angra dos Reis 

Piscina do Fasano Angra dos Reis
O Fasano Angra dos Reis é hotel de alto padrão à beira da Praia do Frade, na parte continental do destino

Se um hotel luxuoso é o que você procura, o Fasano Angra dos Reis, à beira da Praia do Frade, é perfeito. A estadia é impecável, dos serviços à infraestrutura. Tem seis piscinas, quadras, kids’ club para crianças de 7 a 12 anos, trilhas ecológicas e, com custo à parte, campo de golfe e SPA. 

Quanto a experiência gastronômica, são dois restaurantes, um deles pé na areia, com cardápio variado, e outro especializado em frutos do mar. Tem ainda o Marea Club, à beira da piscina, e uma panetteria. Ao reservar, escolha entre café da manhã e meia pensão inclusa na tarifa.

Hotel do Bosque Eco Resort

Vista aérea do Hotel do Bosque Eco Resort
Momentos únicos à beira-rio e à beira-mar: essa é a proposta do Hotel do Bosque Eco Resort

À beira-rio, o Hotel do Bosque Eco Resort é uma deliciosa hospedagem em Angra dos Reis. Entre suas comodidades está piscina ao ar livre com bar, campo de futebol, quadras de tênis, stand up paddle, caiaque e, aos fins de semana, atividades recreativas para crianças. 

Para chegar até a praia, basta uma travessia pelo rio. O trecho de areia é praticamente exclusivo para hóspedes! Para além do lazer, a hospedagem possui opção de meia pensão ou pensão completa inclusa na tarifa.

Vila Galé Eco Resort de Angra 

Vista geral do Vila Galé Eco Resort de Angra
Que tal curtir Angra dos Reis com o selo Vila Galé, as delícias de um All-inclusive e muita diversão?

À beira da Praia do Tanguá e cercado pela Mata Atlântica, o Vila Galé Eco Resort Angra faz jus ao destino e à rede Vila Galé! A hospedagem é All-Inclusive, e o resort conta com cinco restaurantes e quatro bares. O lazer marca presença por meio do complexo aquático de 1.500 m², quadras esportivas, discoteca e, com custo à parte, esportes náuticos e SPA. Para crianças e jovens, tem kids’ club com atividades para os pequenos de 4 a 12 anos e o Espaço Galera, para adolescentes.


Angra dos Reis é promessa de dias inesquecíveis! Apaixone-se por esse que é um dos paraísos nacionais, e hospede-se pelas tarifas exclusivas do Zarpo.

Isabella Marques

Fascinada por metrópoles e por histórias, gosta de achar turismo em lugares pouco óbvios, mas também não dispensa passeios em cartões-postais, comprinhas e jantares românticos.

Bruna Rio Branco

Amante das artes, adora viajar para lugares que inspirem criações artísticas e que tenham a cultura vibrante. Destinos de natureza também estão na sua listinha de favoritos.

Escreva um comentário